Menu
2020-03-26T06:29:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
CORONAVÍRUS

Pressão para fim de isolamento vem de investidores da bolsa, diz Maia

Segundo ele, desde a sexta-feira, 20, artigos voltados a investidores começaram a falar da necessidade de não ter isolamento

25 de março de 2020
21:38 - atualizado às 6:29
mcmgo_191219img_05354973
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro criticar a quarentena decretada por governadores em rede nacional, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse, por duas vezes no mesmo dia, que a pressão para o fim da medida vem de investidores que tiveram perdas na bolsa de valores.

Maia também criticou a falta de planejamento estratégico com idosos de baixa renda para a sugestão de "isolamento vertical" feita pelo governo.

"Aqueles que colocaram recursos na Bolsa de valores, esperando a prosperidade com a Bolsa a 150 mil pontos, a 180 mil pontos. A Bolsa caiu, como caiu no mundo inteiro, porque essa não é uma crise do Brasil, é uma crise mundial que atinge o Brasil", disse.

Segundo ele, desde a sexta-feira, 20, artigos voltados a investidores começaram a falar da necessidade de não ter isolamento.

"Nós colocarmos as vidas dos brasileiros em risco por uma pressão de parte de brasileiros que investiram na Bolsa e está perdendo dinheiro. Quem foi para o risco, foi para o risco. O que a gente precisa é continuar seguindo a orientação do Ministério da Saúde", afirmou.

Maia havia feito o mesmo comentário hora antes, em teleconferência com governadores. Ele disse que falta previsibilidade aos brasileiros.

"Se o governo já tivesse resolvido a renda dos brasileiros mais simples, uma política de isolamento dos idosos nas cidades com maior número de comunidade, Rio e São Paulo, se o governo já tivesse garantido a renda do emprego pelo menos daqueles que ganham até o teto do INSS, nós teríamos garantido previsibilidade." Maia classificou a pressão de equivocada.

Maia questionou ainda a ideia de isolamento vertical, citada ontem por Bolsonaro. "Como você propõe isolamento vertical se não tem política para isolar idosos de baixa renda", afirmou. "Não há preocupação para esses brasileiros que vivem em ambientes pequenos, com muita gente que, com certeza, saindo para trabalhar, contaminarão milhares de idosos", disse.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

justiça bloqueou dinheiro na suíça

Lava Jato denuncia Serra e filha por lavagem de propinas da Odebrecht no Rodoanel

Força-tarefa deflagrou a Operação Revoada para aprofundar as investigações em relação a outros fatos conectados a esse mesmo esquema de lavagem em suposto benefício de Serra

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

14 notícias para começar o dia bem informado

O Seu Dinheiro traz hoje um levantamento exclusivo com 16 corretoras sobre quais são as suas três ações preferidas para o mês de julho. Geralmente, as casas de análise trazem carteiras recomendadas com até dez ações. A informação sobre as melhores você só vai encontrar no Seu Dinheiro. A repórter Jasmine Olga também aponta qual […]

redução de estrutura

Petrobras estima economia de R$ 4 bilhões ao ano com programas de demissão

Estatal anunciou que deve reduzir 22% do quadro de funcionários por meio de Programas de Desligamento Voluntário (PDVs) e Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI)

atuação da gestora TreeCorp

Marca de acessórios para animais de estimação recebe aporte de R$ 100 milhões

Zee.Dog tem crescimento acelerado neste início de 2020, com mais consumidores de olho na compra online de produtos e serviços por conta da pandemia

esquenta dos mercados

Dados econômicos positivos não impedem que cautela reine em dia de Wall Street fechada

Os investidores europeus adotam uma postura mais cautelosa diante do crescimento do número de casos do coronavírus nos Estados Unidos.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements