Menu
2020-05-21T15:58:55-03:00
Estadão Conteúdo
Reunião produtiva

Maia avalia como positiva conversa com Bolsonaro e governadores

21 de maio de 2020
15:58
dsc_5770df
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a reunião da manhã desta quinta-feira, 21, com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e governadores foi "boa". Ele voltou a dizer que a questão do congelamento dos salários é uma questão simbólica também.

"Acho que o mais importante que é como eu tenho dito sempre, vamos ter queda de arrecadação e isso dificulta propor aumento", disse Maia. "Uma trava que apenas sinaliza para sociedade controle dos gastos públicos."

No período da manhã, em reunião por videoconferência, o Bolsonaro pediu a governadores que apoiem o veto que pretende fazer ao projeto de socorro a Estados e municípios para proibir que o funcionalismo tenha reajustes até o fim de 2021.

O presidente disse que vai sancionar o projeto "o mais rápido possível", após "ajustes técnicos".

Maia afirmou que acredita que o recurso vai chegar para Estados e municípios em breve. "Nos próximos dias ou até o fim do mês", disse. "Não vejo problema na capacidade de transferência de recurso", disse.

Bolsonaro tem até o dia 27 de maio para sancionar o socorro aos Estados e municípios, com o veto à possibilidade de aumento salarial para o funcionalismo.

O deputado disse não ter ficado surpreso que a reunião tenha corrido com tranquilidade, apesar das divergências entre os governos federal e estaduais. "Se não fizéssemos uma reunião de convergência, sinalização seria a pior possível", comentou.

Maia voltou a defender o isolamento social como forma de preservar vidas durante a pandemia. Ele disse que a queda econômica deve ser igual entre os países pelo mundo, mas "quem preservou isolamento perdeu menos vidas". "Precisamos garantir estrutura de saúde que não entre em colapso", disse.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Mudança nos juros

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom

Veja o que ficou igual e o que mudou na decisão do Copom a respeito da taxa Selic, elevada ao patamar de 3,5% ao ano

CRYPTO NEWS

O mercado está cheio de bitcoin, mas as prateleiras estão vazias

O fluxo de saída da criptomoeda mais famosa das exchanges é algo inédito deste ciclo e pode representar a falta do ativo nas exchanges de cripto

DIA DE DECISÃO

Sem surpresas, Copom eleva Selic para 3,5% ao ano e indica aumento semelhante na próxima reunião

Essa é a segunda alta consecutiva da Selic em 0,75 ponto percentual — no começo do ano, a taxa de juros estava nas mínimas históricas, em 2% ao ano

FECHAMENTO

Dólar recua e bolsa sobe com mercado dando alta da Selic como certa e forte desempenho das siderúrgicas

No exterior, as bolsas operam sem um sinal único definido. Por aqui, os investidores aguardam a decisão do Copom

um viral que vale US$ 90 bi

Confira os 5 fatos que estão fazendo o Dogecoin subir (de novo) e passar a valer mais que a Petrobras

Valendo US$ 0,68 por unidade, o DOGE ficou próximo dos US$ 90 bilhões em valor de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies