2020-11-23T11:12:26-03:00
Agenda do governo

Guedes afirma que programa de privatizações não avançou como esperado e promete reformas para depois das eleições

Ministro também rebateu as críticas de que o governo não teria um plano para a economia, afirmando que três das maiores razões para o crescimento de gastos já foram endereçados

23 de novembro de 2020
11:12
O ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: Isac Nóbrega/PR

A pauta das privatizações voltou a ser endereçada pelo ministro da Economia Paulo Guedes na manhã desta segunda-feira (23). Em evento virtual organizado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Guedes afirmou que o projeto de venda de estatais 'não andou direito' por problemas políticos e questões dentro do próprio governo.

O ministro também rebateu as críticas de que o governo não teria um plano para a economia, afirmando que três das maiores razões para o crescimento de gastos - previdência, juros elevados e salários do funcionalismo - já foram endereçados. Guedes estimou que a economia com gasto pessoal será de R$ 450 bilhões.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Pauta cara ao mercado, a agenda de reformar está no colo do Congresso segundo o ministro da Economia. Guedes afirmou que existem conversas em andamento e que o tema deve voltar a andar após a conclusão do segundo turno de eleições municipais, no próximo domingo. "Estamos aqui conversando entre a eleição, primeiro turno, segundo turno, já têm mais coisas aí sendo feitas e logo depois das elições já vêm mais reformas".

Entre as pautas com mais chances de avançar, o ministro elencou o projeto de autonomia do Bnaco Central, a nova Lei d Gás e o novo marco da cabotagem, por terem um baixo custo político.

Segunda onda

Paulo Guedes concorda que o país esteja vivendo um novo repique no número de contágios pelo coronavírus, mas nega que se trate de uma segunda onda. O assunto delicado, por envolver novas preocupações com a situação fiscal. O ministro voltou a afirmar que caso a segunda onda se concretize, o governo deve agir da mesma forma e agora já sabe os programas que realmente funcionam.

Guedes aproveitou para reforçar que a economia brasileira se recuperou bem e está forte, com uma trajetória em V. " O FMI chegou a projetar queda do PIB em 9,5% este ano. Vai ser bem menos que a metade", concluiu.

*Com Estadão Conteúdo

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

DESTAQUES DO DIA

Commodities brilham e Gerdau (GGBR4), Braskem (BRKM5) e PetroRio (PRIO3) puxam recuperação do Ibovespa

Enquanto o Ibovespa sobe mais de 1%, o bom desempenho das empresas ligadas ao setor de commodities puxam a recuperação do índice

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin começa dezembro em alta e se mantém nos US$ 58 mil; Terra (LUNA) e Shiba Inu (SHIB) são destaques entre as altcoins

As criptomoedas deixam para trás um final de mês difícil e avançam apesar das últimas declarações da secretária do Tesouro dos EUA sobre a regulamentação de stablecoins

Conteúdo NovaDAX

NovaDAX diversifica portfólio com listagem de cinco novas moedas

Os investidores da plataforma agora tem mais opções de trade

BURACO NEGRO

Empresa de Elon Musk à beira da falência? Bilionário admite que o risco é real se a SpaceX não decolar

Em e-mail enviado aos funcionários, CEO descreve a existência de uma crise muito pior do que a imaginada no desenvolvimento dos motores Raptor

Índice em expansão

Casa cheia: Porto Seguro (PSSA3) e Positivo (POSI3) entram na primeira prévia do novo Ibovespa

As units da GetNet (GETT11) foram excluídas da carteira nessa primeira prévia; com isso, o Ibovespa começaria 2022 com 93 ativos