Menu
2020-11-23T11:12:26-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Agenda do governo

Guedes afirma que programa de privatizações não avançou como esperado e promete reformas para depois das eleições

Ministro também rebateu as críticas de que o governo não teria um plano para a economia, afirmando que três das maiores razões para o crescimento de gastos já foram endereçados

23 de novembro de 2020
11:12
Ministro da Economia, Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: Isac Nóbrega/PR

A pauta das privatizações voltou a ser endereçada pelo ministro da Economia Paulo Guedes na manhã desta segunda-feira (23). Em evento virtual organizado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Guedes afirmou que o projeto de venda de estatais 'não andou direito' por problemas políticos e questões dentro do próprio governo.

O ministro também rebateu as críticas de que o governo não teria um plano para a economia, afirmando que três das maiores razões para o crescimento de gastos - previdência, juros elevados e salários do funcionalismo - já foram endereçados. Guedes estimou que a economia com gasto pessoal será de R$ 450 bilhões.

Pauta cara ao mercado, a agenda de reformar está no colo do Congresso segundo o ministro da Economia. Guedes afirmou que existem conversas em andamento e que o tema deve voltar a andar após a conclusão do segundo turno de eleições municipais, no próximo domingo. "Estamos aqui conversando entre a eleição, primeiro turno, segundo turno, já têm mais coisas aí sendo feitas e logo depois das elições já vêm mais reformas".

Entre as pautas com mais chances de avançar, o ministro elencou o projeto de autonomia do Bnaco Central, a nova Lei d Gás e o novo marco da cabotagem, por terem um baixo custo político.

Segunda onda

Paulo Guedes concorda que o país esteja vivendo um novo repique no número de contágios pelo coronavírus, mas nega que se trate de uma segunda onda. O assunto delicado, por envolver novas preocupações com a situação fiscal. O ministro voltou a afirmar que caso a segunda onda se concretize, o governo deve agir da mesma forma e agora já sabe os programas que realmente funcionam.

Guedes aproveitou para reforçar que a economia brasileira se recuperou bem e está forte, com uma trajetória em V. " O FMI chegou a projetar queda do PIB em 9,5% este ano. Vai ser bem menos que a metade", concluiu.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Airbus A320

Itapemirim começa a receber aeronaves para voos comerciais após Anac autorizar

A Itapemirim diz que a segunda aeronave Airbus A320 de sua frota deve chegar ao aeroporto de Confins (MG) neste domingo

Efeito reverso

Elon Musk fez piada sobre o Dogecoin na TV aberta — e as cotações desabaram

Elon Musk fez a aguardada participação no SNL no último sábado, fazendo piada sobre si mesmo e falando do Dogecoin — mas a cotação caiu forte

Pesquisa da FGV

Presente mais caro: inflação do Dia das Mães é a maior dos últimos quatro anos

Levantamento da FGV mostra que a inflação no Dia das Mães é a maior desde 2017; eletrodomésticos e passagens aéreas tiveram maiores saltos

Expansão

SPX Capital assume operações do Carlyle no país

As operações do Carlyle no Brasil serão absrovidas pela SPX Capital. Com isso, a gestora de Rogério Xavier se expande em private equity

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies