Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-01-07T15:22:24-03:00
Estadão Conteúdo
Mudanças no radar?

Governo Bolsonaro buscará relação ‘fraterna’ com Congresso em 2020, diz ministro

Chefe da Secretaria de Governo disse que a ideia é partir para um estreitamento de laços

7 de janeiro de 2020
15:22
General Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, Ministro de Estado Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República
Imagem: Marcos Corrêa/Presidência da República

Ministro-chefe da Secretaria de Governo e um dos responsáveis pela articulação política do governo de Jair Bolsonaro, Luiz Ramos disse que o governo vai buscar em 2020 um estreitamento de laços com o Congresso Nacional. Pelo Twitter, o ministro falou em um relacionamento cada vez mais "institucional e fraterno com o Parlamento".

"Primeira semana do ano, estamos muito motivados para fazer o nosso melhor em 2020!", escreveu o ministro. Na postagem, Ramos escreveu que "a democracia nos impõe diálogo e conciliação", e disse que o plano do governo para melhorar o relacionamento com o Parlamento passa pelos seus presidentes, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na Câmara e Davi Alcolumbre (DEM-AP), no Senado. Ramos ainda citou os "líderes de partidos políticos" como parte do "relacionamento institucional".

No ano passado, Ramos assumiu em junho a articulação do governo junto a deputados e senadores. Antes uma incumbência da Casa Civil de Onyx Lorenzoni, a articulação política passou por mudanças depois de sucessivas derrotas do governo no Congresso, como os decretos de flexibilização à posse e ao porte de armas, derrubados no Senado. As mudanças ocorreram após a saída do general Carlos Alberto dos Santos Cruz da Secretaria de Governo.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies