Menu
2020-03-28T07:36:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
crise

‘Eu tenho o poder de interferir e vou continuar interferindo, diz Bolsonaro

Presidente voltou a pedir o fim do isolamento social como método para conter o avanço do novo coronavírus

28 de março de 2020
7:36
Jair Bolsonaro
Imagem: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira que vai continuar interferindo nas decisões tomadas por seus ministros.

"Eu tenho o poder de interferir e vou continuar interferindo", disse durante entrevista ao Programa Brasil Urgente nesta sexta-feira, 27.

"Eu sou presidente para isso. Votaram em mim, não votaram em nenhum ministro. Aqui tem um comandante do navio, não é cada um remando para um lado de acordo com o seu interesse, um quer ir para a África, outro América do Norte. Não, eu que dou o rumo desse navio", disse.

Bolsonaro disse que em muitas ocasiões a palavra final das decisões de ministros, como é o caso de Luiz Henrique Mandetta (Saúde), é do presidente. "Aqui não é eu isolado e cada ministro faz o que der na cabeça, não. Não é assim que funciona", disse.

Crise

O presidente Jair Bolsonaro voltou a pedir o fim do isolamento social como método para conter o avanço do novo coronavírus. "Infelizmente algumas mortes terão, paciência, acontece, e vamos tocar o barco", disse.

"O brasileiro quer trabalhar, esse negócio de confinamento aí tem que acabar, temos que voltar às nossas rotinas. Deixem os pais, os velhinhos, os avós em casa e vamos trabalhar. Algumas mortes terão, mas acontece, paciência".

Na terça-feira, 24, Bolsonaro fez um pronunciamento em rede nacional de rádio e TV pregando a reabertura de escolas e do comércio. Na quinta, 26, o Planalto lançou campanha publicitária chamada "O Brasil não pode parar" para defender a flexibilização do isolamento social.

A ideia do Planalto vai na contramão do esforço mundial para o combate à propagação da doença e levou o governo federal a um embate com governadores dos Estados.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Seu Dinheiro na sua noite

O grande respiro do câmbio e mais…

“Ih, vai ser uma semana daquelas”, pensei eu na segunda-feira, ao olhar a agenda de eventos previstos para os dias seguintes. Teríamos decisão do Copom e relatório de empregos nos EUA — e isso sem contar os inúmeros balanços corporativos. Em semanas assim, eu gosto de traçar alguns cenários na minha cabeça: se o BC […]

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies