Menu
2020-04-18T17:53:36-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
'CORONACRISE'

Bolsonaro volta a criticar o isolamento social: ‘são milhões de empregos destruídos’

Presidente foi ao Palácio do Planalto neste sábado e provocou aglomerações ao se aproximar de apoiadores

18 de abril de 2020
17:49 - atualizado às 17:53
Jair Bolsonaro
Imagem: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro destacou mais uma vez neste sábado (18) o impacto de medidas de isolamento social nos empregos no País. Da rampa do Palácio do Planalto, onde esteve nesta tarde, o presidente disse que uma possível abertura do comércio no Distrito Federal em 3 de maio seria "tarde".

"São alguns milhões de empregos formais que foram destruídos, fora os informais"

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, Bolsonaro tem se posicionado contra medidas de restrições adotadas por governadores e prefeitos. O presidente prega a realização de um isolamento vertical, voltado para grupos de risco, para garantir o reaquecimento da economia.

Bolsonaro foi ao Palácio do Planalto neste sábado, apesar de não ter compromissos oficiais previstos em sua agenda. Durante pouco mais de uma hora, o presidente observou o movimento em frente ao Palácio e acenou para apoiadores. O chefe do Executivo chegou a descer a rampa e se aproximar dos apoiadores causando aglomerações.

[captação]

MP ‘Verde e Amarelo’ deve ser votada na segunda

O presidente afirmou também que a medida provisória que institui o contrato verde amarelo deve ser vota na segunda-feira, 20, pelo Senado.

"Deve ser votada segunda-feira. Tenho nada contra o Davi (Alcolumbre, presidente do Senado). Davi é meu chapa", respondeu após ser perguntado se teria feito um acordo com o presidente da Casa.

Ontem, o Senado decidiu não votar a MP, que reduz impostos às empresas na contratação de jovens de 18 a 29 anos e pessoas acima de 55 anos. O texto perderá a validade se não for aprovado pelos senadores até segunda-feira.

[leia_também]

A retirada do item da pauta foi entendida como uma retaliação às críticas de Bolsonaro à atuação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

"Eu não ataquei o Legislativo", afirmou quando questionado sobre a relação com o Legislativo. Bolsonaro disse ainda que o Legislativo que tem o criticado.

O presidente destacou também a aprovação da Câmara do socorro para Estados e municípios no valor de R$ 89,6 bilhões. O texto voltou para a análise da Câmara. Bolsonaro destacou que pelo texto o governo deve recompor as perdas de ISS e ICMS dos entes provocadas pela pandemia. "Quer que o contribuinte pague a conta?", questionou.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Reação

Dias melhores virão para a Cielo? Saiba o que o mercado espera para a empresa depois do lucro acima do esperado

Empresa de maquininhas de cartão registra o primeiro aumento no lucro trimestral em três anos e ações disparam na B3. Mas os analistas ainda não recomendam a compra dos papéis

em meio à pandemia

Financiamento imobiliário cresce 58% em 2020 e bate recorde histórico

Expansão do crédito imobiliário em 2020 foi puxada, principalmente, pela liberação de financiamentos para a pessoa física fazer a compra de moradias

balanço

Contas externas têm saldo negativo de US$ 12,5 bi em 2020, diz BC

Brasil viu as importações de produtos caírem, enquanto as exportações se mantiveram em níveis elevados, puxadas pela venda de alimentos para outros países

sob pressão

Bolsonaro apela para caminhoneiro não realizar greve e avalia medidas no diesel

Presidente confirmou a intenção do governo de reduzir tributos sobre o diesel para aliviar a pressão do reajuste do combustível sobre o bolso dos caminhoneiros

pandemia

AstraZeneca e Blackrock negam, mas empresas reafirmam negociar vacina

Grupo de empresários brasileiros reafirmou que continua a negociar 33 milhões de doses do laboratório

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies