Menu
2020-02-26T15:26:58-03:00
Estadão Conteúdo
Climão em Brasília

Bolsonaro deu mais um passo para frear agenda de reformas, diz cientista político

Presidente divulgou vídeo em que convoca manifestações contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal

26 de fevereiro de 2020
15:26
49249374647_8efe5a133f_c
(Brasília - DF, 22/12/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro concede entrevista ao Jornalista Fernando Rodrigues do Programa Poder em Foco do SBT. - Imagem: Isac Nóbrega/PR

Ao divulgar um vídeo que convoca manifestações contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente Jair Bolsonaro deu mais um passo para enfraquecer as instituições do País e a relação do governo com o legislativo, segundo avaliação do cientista político e professor do Insper Carlos Melo.

Ele classificou o episódio como "mais um passo" do presidente em um processo de fomento de incerteza política e avalia que, ao reiteradamente adotar comportamentos como esse, Bolsonaro dificulta o avanço da agenda de reformas do Planalto.

"Estamos praticamente em março e o que já foi votado? Nada. O Congresso espera as propostas do governo para as reformas para poder discutir, avançar. O governo tem de liderar este processo, mas abriu mão de ser maioria. Depois, reclama que a sua agenda não vai para a frente, que não consegue atrair investidores", disse o cientista político.

Para Melo, a repercussão do caso durante as próximas 72 horas vai definir boa parte do futuro do governo neste ano, a depender de como as lideranças do Congresso Nacional e do próprio STF se manifestarem. "As instituições vão reagir? Olha, com a palavra os presidentes do Congresso e da Câmara", disse.

De acordo com o cientista político, uma falha das instituições em responderem adequadamente ao episódio pode levar a uma crise no sistema político brasileiro, inclusive porque Bolsonaro dispõe de base social organizada que deve ir às ruas para fazer pressão em favor do presidente.

"Cada vez que ele comete, entre todas as aspas do mundo, um 'ato falho' como esse, ele gira um pouco mais o garrote em torno do pescoço da democracia .Não adianta o mercado ficar à espreita de uma agenda que parece que não se realiza e com esse tipo de coisa vai se realizar cada vez menos. Nosso maior ativo econômico é a democracia. Sem isso, caímos no campo da imprevisibilidade total", disse Melo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

CRIPTOMOEDA

Bitcoin ultrapassa US$ 60 mil antes de abertura de capital da Coinbase Global

Criptomoeda teve alta de 4,87%, a quatro dias de IPO da maior corretora de moedas digitais dos EUA

pandemia

Mortes por Covid-19 cresceram 468% no Brasil entre janeiro e março, alerta Fiocruz

Para os novos casos, o aumento foi de 701%; Sul e Centro-Oeste tendem a cenário mais crítico nas próximas semanas.

IPCA DE MARÇO

Inflação vai a 0,93% e mercado vê risco de estourar meta

Taxa acumulada passou a 6,10% no mês passado, reforçando temor de que inflação oficial termine o ano acima do teto da meta, de 5,25%.

congresso X executivo

Orçamento tem guerra de pareceres

Câmara e Senado se armaram com notas técnicas para mostrar que o presidente Jair Bolsonaro pode sancionar o Orçamento sem vetos a emendas; Ministério da Economia já prepara próprio embasamento jurídico.

Aura e Aeris: veja o que dizem os CEOs das novatas da bolsa e outras notícias que bombaram na semana no Seu Dinheiro

Novidade na praça sempre causa burburinho. Na bolsa não é diferente. É bem verdade que as opiniões divergem:Lindas!Não são lá tudo isso…Não sei, nunca ouvi falarA bolsa brasileira recebeu 43 novas integrantes em 2020 e 2021. E a fila para entrar continua a aumentar. Para você, amigo leitor, isso é excelente. São mais ações na […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies