⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-02-11T17:25:50-03:00
Estadão Conteúdo
Vai passar!

Alcolumbre diz que Congresso derrubará veto para assegurar impositividade do Orçamento

Medida garante ao Congresso o poder de deliberar sobre o orçamento público

11 de fevereiro de 2020
17:25
Em pronunciamento, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Em pronunciamento, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) - Imagem: Pedro França/Agência Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que o acordo fechado com o governo para realizar a sessão do Congresso nesta quarta-feira, 11, vai "assegurar a impositividade do Orçamento" e garantir ao Congresso "o poder de deliberar sobre o orçamento público".

Alcolumbre teve uma reunião hoje com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e líderes do governo no Congresso para tratar do assunto.

"Isso vai assegurar a impositividade do orçamento, que foi uma proposta do próprio governo, capitaneada pelo ministro da Economia, quando de fato assegurou ao Congresso o poder de deliberar sobre o orçamento público, restabelecendo o que era de direito do Parlamento", disse Alcolumbre após cerimônia de posse do novo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, no Palácio do Planalto. De acordo com Alcolumbre, o acordo foi consolidado e construído "com o aval de todos os líderes".

Em seguida, Rodrigo Maia falou que a votação de amanhã deve ocorrer de forma "tranquila". Ele afirmou que o acordo demonstra que "há espaço" para aprovar as reformas tributária e administrativa ainda no primeiro semestre deste ano.

"É importante que amanhã nós teremos uma votação tranquila onde o governo e o Parlamento votarão o mesmo encaminhamento, mostrando unidade e harmonia no trabalho neste início de ano. É uma demonstração clara de que há um grande espaço para que a gente possa aprovar no primeiro semestre ainda tanto a reforma tributária, como a reforma administrativa, como as PECs (Propostas de Emenda à Constituição), sob a liderança do presidente Davi (Alcolumbre). As três PECs que estão no Senado e que assim que chegarem na Câmara serão tratadas com toda urgência possível e necessária", disse Maia.

O ministro Luiz Eduardo Ramos enalteceu o papel dos presidentes da Câmara e do Senado. Ramos disse que, desde que assumiu a articulação política, tem tido apoio "total e irrestrito" de Maia e Alcolumbre. "Eles estão tendo a grandeza de homens públicos de ajudar o Brasil. Quero agradecer o presidente da Câmara e do Senado", declarou o ministro.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Fora do ar

App do Itaú passa por segundo dia de instabilidade e clientes reclamam

30 de setembro de 2022 - 11:14

Na quinta-feira, Pix do Itaú e outros bancos já havia ficado fora do ar. Bancos alegaram instabilidade, mas não deram maiores detalhes

ELEIÇÕES 2022

Expectativas frustradas: Debate da Globo termina em 0 x 0 entre Lula e Bolsonaro, mas deixou um perdedor que pode definir a eleição

30 de setembro de 2022 - 11:05

Desempenho fraco de Ciro Gomes pode ser decisivo para definir uma disputa já afunilada há tempos entre Lula e Bolsonaro

CRYPTOSTORM

Como o metaverso deixará de ser o ‘Zoom com avatares’ e se tornará um universo digital? Analistas de criptomoedas e tecnologia respondem

30 de setembro de 2022 - 10:18

“Pra mim só existe o metaverso se a Nvidia for capaz de viabilizar isso. Não tem ninguém que esteja nem sequer perto do que esses caras estão fazendo”, afirma Richard Camargo

Conteúdo especial

Eleições 2022: petroleira privada e mais 3 ações ganham holofotes para 2023, com votação abrindo espaço para Ibovespa subir 25%; entenda

30 de setembro de 2022 - 10:00

Petroleira e ações do setor de saúde, bancário e do ramo de energia se destacam; entenda a fundo no material gratuito que liberamos

MERCADO EM 5 MINUTOS

Mercado em 5 Minutos — Direito de resposta: podemos pelo menos respirar no final do trimestre?

30 de setembro de 2022 - 9:45

O fim do terceiro trimestre conta com inúmeras frentes para prestarmos atenção: os riscos geopolíticos e de inflação não diminuem, enquanto as expectativas de crescimento menor continuam a permear o ambiente de investimentos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies