Menu
2020-03-20T11:51:04-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
30% de aprovação

Popularidade de Bolsonaro volta ao menor nível desde início do mandato, diz XP Ipespe

Em março, 30% dos entrevistados consideraram o governo Bolsonaro ótimo ou bom ante 34% em fevereiro; em setembro, avaliação também havia sido de 30%

20 de março de 2020
11:51
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente da República, Jair Bolsonaro. - Imagem: Alan Santos/PR

A popularidade do presidente Jair Bolsonaro caiu em março para o menor nível desde o início do seu mandato, segundo a pesquisa da XP Ipespe. Neste mês, 30% dos entrevistados consideraram a administração de Bolsonaro ótima ou boa ante 34% em fevereiro. Em setembro de 2019, essa avaliação também havia sido de 30%.

Em comparação, cresceu de 29% para 31% aqueles que veem o governo Bolsonaro como regular, enquanto os que consideram ruim ou péssimo mantiveram a porcentagem de 36%. Não souberam ou não responderam representaram 3% da amostra.

A pesquisa ouviu mil pessoas em território nacional, de segunda a quarta-feira (16 a 18 de março), período em que se intensificaram os efeitos da crise provocada pela pandemia de coronavírus. A margem de erro é de 3,2 pontos porcentuais.

O levantamento também mostra que a piora na avaliação do governo coincide com uma inversão na percepção sobre a condução da política econômica. Hoje, 48% dos entrevistados consideram que a economia está no caminho errado, contra 38% que veem a economia na direção certa. Há um mês, eram 47% os que tinham visão positiva contra 40% com avaliação negativa.

A avaliação boa ou ótima do Congresso, por sua vez, subiu de 10% para 13%, mas a parcela que vê o Legislativo como ruim ou péssimo segue em 44%.

Coronavírus

A XP também perguntou para a população sobre a pandemia de coronavírus.

A reação do governo federal é aprovada por 40% dos entrevistados, enquanto a atuação do ministro da Saúde, Luiz Mandetta, para esclarecer a população e evitar a propagação da doença, é bem vista por 56% dos participantes. As medidas para combater a disseminação e tratar os infectados têm avaliação ótima ou boa de 41%, enquanto a ação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para lidar com a crise é considerada boa por 32%.

Segundo o levantamento, 70% das pessoas estão com algum grau de medo (pouco ou muito) da doença, ante 50% há um mês. Os que dizem não ter medo caíram de 49% para 28%. Sobre medidas de prevenção, 83% dos entrevistados disseram que já estão se prevenindo, enquanto 9% afirmam que ainda pretendem agir dessa maneira. Além disso, 76% acreditam que vai haver impacto sobre a situação financeira pessoal e 92% veem efeito negativo para a economia brasileira.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Impactos

Crise do coronavírus reduz consumo de carne e já paralisa 11 frigoríficos no país

A indústria da carne já começa a sentir os primeiros efeitos da crise do coronavírus, com uma menor demanda por produtos — o que paralisa alguns frigoríficos no país

Seu Dinheiro no Sábado

MAIS LIDAS: Um bilionário na luta contra o coronavírus

A notícia a respeito das iniciativas do bilionário Elon Musk no combate à pandemia de coronavírus foi a mais lida dessa semana no Seu Dinheiro

Ano difícil

Braskem fecha 2019 com prejuízo líquido de R$ 2,8 bilhões, revertendo o lucro de 2018

A Braskem encerrou 2019 com um prejuízo bilionário e contração nas receitas e no Ebitda em relação a 2018

LIÇÕES PARA AVALIAR UM NEGÓCIO

8 formas de saber se é um bom investimento

Na escola, seu boletim é a marca do seu sucesso. Nos negócios, são as demonstrações financeiras. Se você quer ser bem-sucedido, precisa saber como tirar conclusões sobre a saúde da empresa e seu potencial.

Queda do petróleo

Distribuidoras de gás natural pedem à Petrobras antecipação na redução do preço

Associação Brasileira de Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) solicitou à Petrobras uma antecipação para 1 de abril na redução do preço do gás natural que vai ocorrer em maio deste ano, da ordem de 10%

Vendendo aéreas

Warren Buffett vende US$ 390 milhões em ações de companhias aéreas americanas

Buffett reduziu de seu portfólio o número de papéis da Delta Air Lines em 13 milhões, e da Southwest Airlines, em 2,3 milhões

Seu Dinheiro na sua noite

Produtos em falta: máscaras, álcool em gel e reais

A pandemia do coronavírus provoca desabastecimento de produtos como máscaras cirúrgicas e álcool em gel. Mas no mercado financeiro, a corrida para a proteção em dólar pode colocar outro item em falta: o real. Isso mesmo. E não estou falando só da falta de reais na carteira. Nos preços atuais, vai faltar moeda brasileira para […]

Dados atualizados

Mortes por coronavírus somam 359 e infectados chegam a 9 mil no Brasil

Desde ontem, foram registrados 1.146 pacientes infectados

Sem isso

Não é momento para explorar politicamente quaisquer problemas, diz Guedes

Ministro da Economia Paulo Guedes que não é hora de busca por protagonismo nem oportunismo político. Ele defende a cooperação entre poderes

Petróleo

Vamos resolver guerra de preços e recuperar negócios do setor de energia, diz Trump

Trump voltou a dizer que o presidente da Rússia e o príncipe saudita, querem que “algo aconteça rápido” na guerra de preços

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements