Menu
2020-12-10T15:50:02-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
mais mineira

NotreDame Intermédica adquire hospital e reforça presença em MG; ações sobem

Operadora anuncia aquisição do Hospital Lifecenter, localizado em Belo Horizonte, por R$ 240 milhões

9 de dezembro de 2020
7:57 - atualizado às 15:50
Intermédica
Imagem: reprodução instagram

A NotreDame Intermédica (GNDI3) continua firme com o plano de consolidar a sua presença em Minas Gerais por meio da aquisição de nomes regionais.

A operadora de saúde verticalizada anunciou nesta quarta-feira (9) a compra do Hospital Lifecenter, localizado em Belo Horizonte, por R$ 240 milhões. O valor será pago à vista, em dinheiro, descontados o endividamento líquido e uma parcela retida para contingências.

A operação foi bem recebida no mercado. Por volta das 11h10, as ações da companhia subiam cerca de 1,84%, a R$ 76,28.

O hospital possui 205 leitos, sendo 40 unidades de terapia intensiva (UTI), 13 salas cirúrgicas e 12 consultórios de pronto socorro, além de ressonância magnética, tomografia, ultrassonografia, endoscopia, radiografia e laboratório de análises clínicas. Em 2019, o Hospital Lifecenter apresentou um faturamento líquido de R$ 153,9 milhões.

A NotreDame Intermédica espera que o plano de integração do hospital resulte em sinergias operacionais e administrativas com as demais operações em Minas Gerais. Ela informou ainda que a operação vai aumentar a oferta de seus produtos no Estado.

“Essa aquisição é mais uma demonstração da continuidade da estratégia e crescimento e de fortalecimento da rede própria, impulsionando nossa presença no Estado de Minas Gerais e reforçando o compromisso com a criação de valor para nossos acionistas, clientes e sociedade”, diz trecho do comunicado.

Rumo à Minas

Minas Gerais virou o principal campo de disputa entre NotreDame Intermédica e a Hapvida (HAPV3), sua principal concorrente no segmento de operadores de saúde verticalizados.

Dono do terceiro maior PIB do País, o Estado é dominado pela Unimed BH, que detém uma parcela de 52% do mercado local, mas as duas companhias veem espaço para aumentarem sua participação.

A NotreDame Intermédica realizou importantes aquisições em Minas Gerais em 2020. Em agosto, ela anunciou a compra da Climepe, operadora de saúde verticalizada fundada há 25 anos em Poços de Caldas, e da Medisanitas Brasil, que concentra as operações brasileiras do grupo empresarial colombiano Keralty, que atua no mercado de saúde suplementar, e que tem posição de destaque em Minas Gerais.

Em setembro, ela informou que adquiriu outra operadora de saúde verticalizada mineira, o Grupo Serpram.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

pandemia

Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h

Resultado ficou atrás apenas do dia 7 de janeiro, quando foram confirmadas 1.524 novos falecimentos

seu dinheiro na sua noite

Tudo caiu – até o forward guidance

Os mercados domésticos ficaram hoje divididos sob a influência de acontecimentos distintos, o que resultou em um comportamento geral incomum: tudo caiu. O Ibovespa perdeu o patamar dos 120 mil pontos e fechou em queda, na contramão das bolsas americanas, animadas pela posse do novo presidente Joe Biden e a nova fornada de estímulos fiscais […]

Análise

Sem o “forward guidance”, Banco Central arranca bola de ferro dos pés

Decisão do BC de abrir mão do compromisso de não mexer com os juros foi acertada, mas a adoção do instrumento mais ajudou ou atrapalhou a economia?

sem "efeito Biden"

Vacinação e risco fiscal derrubam o Ibovespa em dia de festa em NY; dólar também recua

Euforia dos mercados internacionais com o “efeito Biden” foi barrada pelas incertezas domésticas e fez a bolsa brasileira ir na contramão de NY

taxa básica

BC mantém Selic em 2% ao ano, mas retira o ‘forward guidance’

Bolsa pode ter realização de lucros nesta quinta com derrubada de prescrição, diz especialista; decisão de hoje acontece em meio à alta dos preços das commodities e à valorização do dólar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies