Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-08-26T10:36:32-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
avançando em MG

Notre Dame Intermédica anuncia compra do Medisanitas Brasil por R$ 1 bilhão

Empresa concentra as operações brasileiras do grupo empresarial colombiano Keralty; valor deve ser pago à vista; é a terceira aquisição da Intermédica em MG

26 de agosto de 2020
10:34 - atualizado às 10:36
médico hospital plano de saúde
Imagem: Shutterstock

A Notre Dame Intermédica anunciou que fechou acordo para a aquisição das empresas do grupo Medisanitas Brasil por R$ 1 bilhão. A conclusão da transação está sujeita a aprovação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O preço de aquisição será pago à vista. Segundo a empresa, R$ 100 milhões serão destinados a constituição de uma conta garantia (escrow) para contingências futuras. A transação será paga através de recursos próprios das controladas e linhas de crédito já alinhadas com instituições financeiras.

O anúncio da Notre Dame Intermédica é feito menos de um mês após a empresa comunicar uma alta de quase 150% no lucro do segundo trimestre, na comparação anual, a R$ 223,4 milhões. Na bolsa, GNDI3 avançou cerca de 40% nos últimos 12 meses - nesta quarta, o papel subia 3%, a R$ 72,75.

Planos de saúde e seguros

O Grupo Medisanitas Brasil concentra as operações brasileiras do grupo empresarial colombiano Keralty (especialistas em saúde integrada com atuação no Brasil, Venezuela, Colômbia, Peru, México, Estados Unidos, Europa, Indonésia e Filipinas).

Desde sua entrada em território brasileiro, em 2011, a Keralty vem se consolidando em uma posição de destaque no mercado de saúde suplementar nacional - atividade que envolve a operação de planos e seguros privados -, em especial no Estado de Minas Gerais).

A empresa registrou, no ano de 2019, faturamento líquido consolidado de R$ 572 milhões com sinistralidade caixa (Cash MLR) de 82,3%, de acordo com comunicado da Notre Dame Intermédica.

O Grupo Medisanitas Brasil tem uma carteira de aproximadamente 340 mil beneficiários de planos de saúde e 3 mil beneficiários dental, localizados majoritariamente em Minas Gerais (85,0%), sendo 84,3% pertencentes à categoria corporativa.

Segundo a Notre Dame Intermédica, o grupo conta com uma rede própria verticalizada no Estado de Minas Gerais que inclui 1 hospital (58 leitos), 1 pronto-socorro autônomo, 5 centros clínicos, 5 laboratórios de análises clínicas, 3 clínicas odontológicas, 1 centro oftalmológico e 1 clínica oncológica.

Terceira aquisição em Minas Gerais

O movimento de compra do Medisanitas Brasil marca a terceira aquisição da Notre Dame Intermédica em Minas Gerais, expandindo a posição estratégica da empresa no Estado.

O preço de aquisição representará um múltiplo implícito estimado de 12.5x Ebitda 2021 quando consideradas as sinergias planejadas para o primeiro ano da operação, diz a companhia.

"A aquisição é mais uma demonstração da continuidade da estratégia de crescimento e de fortalecimento da rede própria, impulsionando nossa presença no Estado de Minas Gerais e reforçando o compromisso com a criação de valor para nossos acionistas, clientes e sociedade", fala a companhia em comunicado.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Seu Dinheiro na sua noite

Seguindo a rota planejada

Decisão da Selic pelo Copom, juros nos Estados Unidos, dólar em alta e muitas outras notícias que mexeram com o mercado hoje

Vai mudar

Ultrapar (UGPA3): Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan, assumirá como CEO em janeiro de 2022

Lutz já era membro do conselho de administração da Ultrapar (UGPA3) e, após o período como CEO, deve virar presidente do colegiado

Bota para subir

Após nova alta da Selic, FMI apoia aperto monetário adotado pelo Banco Central para combater inflação

Os diretores do órgão também aprovam o compromisso do BC intervenções limitadas para conter condições desordenadas de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies