Menu
2020-08-26T10:36:32-03:00
avançando em MG

Notre Dame Intermédica anuncia compra do Medisanitas Brasil por R$ 1 bilhão

Empresa concentra as operações brasileiras do grupo empresarial colombiano Keralty; valor deve ser pago à vista; é a terceira aquisição da Intermédica em MG

26 de agosto de 2020
10:34 - atualizado às 10:36
médico hospital plano de saúde
Imagem: Shutterstock

A Notre Dame Intermédica anunciou que fechou acordo para a aquisição das empresas do grupo Medisanitas Brasil por R$ 1 bilhão. A conclusão da transação está sujeita a aprovação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O preço de aquisição será pago à vista. Segundo a empresa, R$ 100 milhões serão destinados a constituição de uma conta garantia (escrow) para contingências futuras. A transação será paga através de recursos próprios das controladas e linhas de crédito já alinhadas com instituições financeiras.

O anúncio da Notre Dame Intermédica é feito menos de um mês após a empresa comunicar uma alta de quase 150% no lucro do segundo trimestre, na comparação anual, a R$ 223,4 milhões. Na bolsa, GNDI3 avançou cerca de 40% nos últimos 12 meses - nesta quarta, o papel subia 3%, a R$ 72,75.

Planos de saúde e seguros

O Grupo Medisanitas Brasil concentra as operações brasileiras do grupo empresarial colombiano Keralty (especialistas em saúde integrada com atuação no Brasil, Venezuela, Colômbia, Peru, México, Estados Unidos, Europa, Indonésia e Filipinas).

Desde sua entrada em território brasileiro, em 2011, a Keralty vem se consolidando em uma posição de destaque no mercado de saúde suplementar nacional - atividade que envolve a operação de planos e seguros privados -, em especial no Estado de Minas Gerais).

A empresa registrou, no ano de 2019, faturamento líquido consolidado de R$ 572 milhões com sinistralidade caixa (Cash MLR) de 82,3%, de acordo com comunicado da Notre Dame Intermédica.

O Grupo Medisanitas Brasil tem uma carteira de aproximadamente 340 mil beneficiários de planos de saúde e 3 mil beneficiários dental, localizados majoritariamente em Minas Gerais (85,0%), sendo 84,3% pertencentes à categoria corporativa.

Segundo a Notre Dame Intermédica, o grupo conta com uma rede própria verticalizada no Estado de Minas Gerais que inclui 1 hospital (58 leitos), 1 pronto-socorro autônomo, 5 centros clínicos, 5 laboratórios de análises clínicas, 3 clínicas odontológicas, 1 centro oftalmológico e 1 clínica oncológica.

Terceira aquisição em Minas Gerais

O movimento de compra do Medisanitas Brasil marca a terceira aquisição da Notre Dame Intermédica em Minas Gerais, expandindo a posição estratégica da empresa no Estado.

O preço de aquisição representará um múltiplo implícito estimado de 12.5x Ebitda 2021 quando consideradas as sinergias planejadas para o primeiro ano da operação, diz a companhia.

"A aquisição é mais uma demonstração da continuidade da estratégia de crescimento e de fortalecimento da rede própria, impulsionando nossa presença no Estado de Minas Gerais e reforçando o compromisso com a criação de valor para nossos acionistas, clientes e sociedade", fala a companhia em comunicado.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

o app dos jovens

TikTok banido dos EUA? Entenda a polêmica em torno do aplicativo

Trump prometeu tirar o aplicativo chinês do país neste domingo, mas medida não deve ser colocada em prática; entenda as razões por trás da ofensiva americana

entrevista

‘Não se pode esperar para cortar privilégio’, diz ex-secretário do Ministério da Economia

Paulo Uebel defende que o Congresso aprove uma regra de transição na proposta da reforma administrativa para incluir o fim dos privilégios que grupo de servidores atuais ainda goza

Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes)

100 dias entre o fundo e topo do mercado

Até aqui, 2020 foi o ano de Amyr Klink, em que aqueles que souberam capotar (entre janeiro e o final de março), passaram pela tempestade sem afundar de vez em mar aberto

inflação de alimentos

Após ouvir cobrança, Bolsonaro reforça que preço do arroz não será tabelado

Ministra da Agricultura avisou que atual patamar de preços só deve baixar mesmo a partir de 15 de janeiro, quando entrar a safra brasileira.

ranking da forbes

Varejo invade lista de mais ricos do Brasil; saiba mais sobre os bilionários

Luiza Trajano, Ilson Mateus e Luciano Hang chegam entre os 10 mais ricos do país, em um ano marcado por mudanças no setor varejista, alta das ações e IPOs

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements