Menu
2020-05-08T08:02:20-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
cardápio de balanços

Natura, Yduqs, Americanas, B2W: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

Resultados das empresas se somam à crise política em Brasília e ao desenrolar da pandemia do novo coronavírus sobre a economia

8 de maio de 2020
8:02
temporadadebalancos

A temporada de balanços mantém o noticiário corporativo no radar dos investidores nesta sexta-feira (8). Entre a noite de ontem e hoje antes do pregão, divulgam os números do trimestre empresas como Natura, Yduqs, Lojas Americanas e B2W.

Os resultados das empresas se somam à crise política em Brasília e ao desenrolar da pandemia do novo coronavírus sobre a economia. Na quinta-feira, o Ibovespa fechou o dia em queda de 1,20%, aos 78.118,57 pontos.

Confira os principais números das empresas no primeiro trimestre:

Natura

A Natura reportou prejuízo líquido consolidado de R$ 820,8 milhões, ante prejuízo de R$ 82 milhões de um ano antes. O desempenho foi impactado "por uma alíquota de imposto de renda efetiva mais alta devido a despesas não dedutíveis relacionadas com a aquisição e efeitos de PPA na The Body Shop, relacionados a passivos tributários diferidos no Reino Unido", diz a empresa.

  • Prejuízo líquido: R$ 820,8 milhões (ante prejuízo de R$ 82 milhões)
  • Receita líquida: R$ 7,518 bilhões (↑1,9%)
  • Ebitda ajustado: R$ 571,5 milhões (↓20,9%)

Yduqs

A Yduqs, empresa de ensino superior, reportou queda de 30,3% do lucro líquido no primeiro trimestre, período em que o resultado teve o peso de despesas relacionadas ao plano de contingência para a crise e exigiu maiores provisões a um aguardado aumento de inadimplência.

  • Lucro líquido: R$ 167,9 milhões (↓30,3%)
  • Receita líquida:  R$ 923,3 milhões (↓1%)
  • Ebitda:  R$ 337,7 milhões (↓12,2%)

Americanas

As Lojas Americanas registraram perdas 8% menores em comparação ao mesmo período de 2019, quando o prejuízo somou R$ 53,5 milhões. O Ebitda consolidado ficou em R$ 583 milhões, queda de 1,8% em relação ao mesmo período de 2019.

  • Prejuízo líquido: R$ 49,2 milhões (ante prejuízo de R$ 53,5 milhões)
  • Receita líquida:  R$ 4,057 bilhões (↑14,2%)
  • Ebitda: R$ 583 milhões (↓1,8%)

B2W

A B2W divulgou resultados trimestrais informando um prejuízo líquido de 108 milhões, uma queda de 22,5% na base anual, no 1º trimestre de 2020. Segundo o CEO da companhia, Marcio Cruz, a B2W acelerou "as iniciativas de O2O (Online to Offline), expandindo o Ship from Store (SFS) para 100% das lojas físicas da Americanas".

  • Prejuízo líquido: 108 milhões (↓22,5%)
  • Receita líquida:  R$ 1,696 bilhão (↑32,3%)
  • Ebitda ajustado:   R$ 127,6 milhões (↑53,3%)
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Segredos da bolsa

Com PIB brasileiro em foco, investidores monitoram juros futuros americanos e tensão em Brasília

O grande evento da semana é a divulgação dos números do Produto Interno Bruto brasileiro no ano passado, mas os investidores também monitoram o clima político em Brasília e os sinais de “superaquecimento” da economia americana

Novos tempos

Alvo de Bolsonaro, home office avança no setor público

Bolsonaro usou trabalho remoto para atacar presidente da Petrobras

Mais uma na área

FDA autoriza uso emergencial de vacina de dose única nos EUA

Imunizante é produzido pela Johnson & Johnson

Contra a pandemia

Matéria-prima para produção de 12 milhões de doses de vacina chega ao Rio

Total de efetivamente imunizados não chega a 1% da população brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies