🔴 QUER SAIR DO ALUGUEL? NÃO USE O FGTS PARA FINANCIAR O IMÓVEL – CONHEÇA ESTA ESTRATÉGIA

Estadão Conteúdo
desastre climático

Tragédia no Rio Grande do Sul: Confira as perdas do varejo causadas pelas enchentes

Turismo no RS teve perdas de mais de R$ 1,3 bilhão durante o mês de maio, segundo a CNC

Estadão Conteúdo
14 de junho de 2024
18:03 - atualizado às 15:42
Enchente, desastre natural, efeito climático
As enchentes no estado durante o mês de maio destruíram boa parte da infraestrutura Imagem: Marinha do Brasil_RS

As enchentes no Rio Grande do Sul causaram um prejuízo de R$ 3,32 bilhões ao varejo local no mês de maio, além de uma perda de R$ 1,33 bilhão no turismo da região, apontam estimativas da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Segundo cálculos do economista Fabio Bentes, da CNC, o varejo gaúcho soma uma perda diária de receitas de cerca de R$ 123 milhões, acumulando um prejuízo equivalente a 18,3% de todo o volume previsto para o mês de maio.

"As consequências vão além das cifras, afetando também a infraestrutura e o abastecimento dos estabelecimentos comerciais, com queda abrupta de 28% no fluxo de veículos de carga nas estradas do Estado, segundo dados preliminares da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)", apontou a CNC, em nota.

Perdas diárias do turismo

O varejo do Rio Grande do Sul tem a quinta maior movimentação anual de recursos entre as Unidades da Federação. Em 2023, o comércio gaúcho somou R$ 203,3 bilhões em vendas, uma fatia de 7% do volume total vendido no País.

Entretanto, as perdas decorrentes da tragédia devem reduzir o volume de vendas local ao nível observado no primeiro semestre de 2021, "prejudicando ainda mais a recuperação econômica da região", previu Bentes.

Quanto ao turismo gaúcho, a CNC estima uma perda diária de R$ 49,2 milhões nas vendas do setor no estado, totalizando R$ 1,33 bilhão no mês, cerca de 56,5% de toda a receita mensal prevista.

A chegada da alta temporada de inverno na região pode elevar a magnitude do prejuízo. Segundo Bentes, as receitas do setor crescem, em média, 13% na alta temporada em relação à baixa temporada.

"A tendência é que, às vésperas da alta temporada de inverno, que é importante na Região Sul, o setor registre perdas em relação ao ano passado", frisou Fabio Bentes, em nota.

Infraestrutura foi severamente afetada

Ele acrescenta que a infraestrutura de transporte no Rio Grande do Sul foi "severamente afetada", prejudicando o fluxo de viajantes. O funcionamento do Aeroporto Internacional Salgado Filho, responsável por 91% do fluxo de passageiros nos aeroportos do Estado, foi interrompido.

"O Ministério de Portos e Aeroportos autorizou o uso da Base Aérea de Canoas como alternativa, com 35 voos semanais, equivalentes a pouco mais de 10% da capacidade operacional do aeroporto principal. Por terra, o fretamento turístico também sofreu redução significativa em maio, com queda de 39% na quantidade de passageiros transportados com destino ao Rio Grande do Sul, conforme dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)", lembrou a CNC.

No ano de 2023, o turismo gaúcho somou R$ 28,9 bilhões em receitas, o equivalente a 6% do desempenho do setor no País.

Compartilhe

BALANÇO DO MÊS

IRB (IRBR3) registra lucro de R$ 28,4 milhões em maio, mesmo com peso da tragédia do Rio Grande do Sul

24 de julho de 2024 - 9:42

Os resultados trimestrais do IRB Re estão programados para serem publicados no dia 14 de agosto

DANÇA DAS CADEIRAS

Ambipar (AMBP3) volta aos holofotes com reestruturação da diretoria; veja quem serão os novos CFO e DRI

24 de julho de 2024 - 9:15

Com a mudança, Thiago da Costa Silva deixará as duas funções para ocupar a cadeira de diretor de integração e finanças

SEMANA TECH

A bolha estourou ou só está murchando? Ações da Tesla e do Google reagem em queda a balanços — e isso explica o momento das grandes empresas de tecnologia

24 de julho de 2024 - 8:13

Para os próximos dias, nomes como Microsoft, Visa, IBM, Qualcomm e Amazon também publicam seus dados do segundo trimestre

BALANÇO

Santander (SANB11): lucro cresce 44% no 2T24 e fica acima do esperado; veja os destaques do balanço

24 de julho de 2024 - 7:31

Lucro líquido do Santander foi de R$ 3,332 bilhões no segundo trimestre de 2024 e rentabilidade supera o patamar de 15%

TENDÊNCIAS DO VAREJO

É o fim do multimarcas no varejo? Por que a Americanas (AMER3) decidiu encerrar os sites Shoptime e Submarino

24 de julho de 2024 - 6:10

No início de julho, a gigante do varejo, em recuperação judicial, anunciou a incorporação das duas marcas à plataforma principal. Entenda o que está por trás da decisão

PROPAGANDA ENGANOSA

Oi, Vivo e Tim vão ter que pagar milhões: operadoras de celular são enquadradas por crime contra o consumidor

23 de julho de 2024 - 18:01

As empresas foram acusadas pela Senacon de propaganda enganosa sobre 5G, mas ainda podem recorrer

CHEQUE DE QUASE R$ 7 BI

Privatização da Sabesp (SBSP3) é concluída e Equatorial (EQTL3) tem que pagar a conta: presidente da companhia diz ter mais ativos prontos para vender e levantar recursos

23 de julho de 2024 - 16:45

Augusto Miranda destacou que a empresa tem tempo para estruturar uma saída do empréstimo ponte tomado junto a um grupo de bancos

DESTAQUES DA BOLSA

Carrefour Brasil (CRFB3) volta a ter lucro e supera expectativas no 2º trimestre – mas o que explica a queda das ações na B3 hoje?

23 de julho de 2024 - 14:17

Grupo anunciou um lucro líquido de R$ 330 milhões e a abertura de novas lojas da rede de varejo; analistas, contudo, não são unânimes sobre a compra da ação

DESTAQUES DA BOLSA

Embraer arremete e volta a voar na B3; EMBR3 lidera os ganhos do Ibovespa hoje. O que está por trás da alta da ação?

23 de julho de 2024 - 13:59

O desempenho positivo das ações da Embraer hoje vem na esteira do anúncio de mais uma encomenda de aviões militares no exterior; veja os detalhes

SÓ AS PONTINHAS

Após privatização, Sabesp (SBSP3) anuncia corte nas tarifas de água — mas você nem deve perceber

23 de julho de 2024 - 11:43

Também passam a vigorar no novo estatuto social da companhia e novas políticas internas, relacionadas à distribuição de dividendos e governança corporativa

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar