Menu
2020-05-25T20:40:45-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Olho no balanço

Magazine Luiza tem lucro líquido de R$ 30,8 milhões no 1T, em queda de 77%

Empresa estima que as lojas físicas deixaram de vender cerca de R$ 500 milhões nos últimos dias de março com o fechamento pelas medidas de isolamento social

25 de maio de 2020
20:40
Magazine Luiza
Imagem: Divulgação

O Magazine Luiza divulgou que teve lucro líquido de R$ 30,8 milhões no primeiro trimestre de 2020, um tombo de 76,7% em relação a igual período de 2019, segundo comunicado desta segunda-feira (25). O resultado reflete o fechamento de lojas físicas em razão do coronavírus, o que reduziu em R$ 500 milhões as vendas em março.

No período trimestral, a receita líquida alcançou R$ 5,2 bilhões, alta de 20,9% na base anual. O Ebitda foi de R$ 332,6 milhões, em queda de 15,9%. A margem Ebitda ajustada passou de 8,9% para 5,2% no trimestre inicial do ano.

"O crescimento das vendas e o resultado positivo do e-commerce contribuíram novamente para o EBITDA", informou a empresa.

"Entretanto, a perda de vendas decorrente do fechamento temporário das lojas físicas e o aumento das despesas em relação à receita líquida influenciaram a margem."

Vendas

Vendas totais, incluindo lojas físicas, e-commerce tradicional e marketplace, cresceram 34,0% para R$ 7,7 bilhões, um reflexo do aumento de 72,6% no e-commerce total e 6,7% nas lojas físicas.

O Magazine Luiza também destacou a performance das 198 lojas inauguradas nos últimos 12 meses, com vendas acima das expectativas.

"O forte crescimento nas vendas totais do 1T20 foi alcançado mesmo com o fechamento temporário das lojas físicas no final de março, em função da evolução da pandemia do covid-19 no Brasil", disse o Magazine Luiza.

A empresa estima que as lojas físicas deixaram de vender cerca de R$ 500 milhões nos últimos dias de março com o fechamento pelas medidas de isolamento social, o que elevaria o crescimento mesmas lojas de -4,5% para aproximadamente +8% no primeiro trimestre inicial.

Enquanto isso, as vendas do e-commerce cresceram 72,6% no 1T20, comparado ao crescimento do mercado de 23,8%, representando 53,3% das vendas totais. No e-commerce tradicional, as vendas evoluíram 47,5%. O marketplace contribuiu com vendas adicionais de R$1,2 bilhão, crescendo 184,8% e representando 30,1% do e-commerce total.

Dívida e caixa

A dívida líquida do Magazine Luiza ficou em R$ 1,76 bilhão ao fim do primeiro trimestre de 2020.

A empresa informou que encerrou o trimestre com posição total de caixa de R$ 4,6bilhões, levando em conta o caixa e aplicações financeiras de R$ 2,6 bilhões mais R$2,0,bilhões em recebíveis de cartão de crédito.

O Magazine Luiza disse também que concluiu no início de abril uma emissão de debêntures de R$ 800,0 milhões, elevando sua posição de caixa total para R$ 5,4 bilhões.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

40,5% de queda em relação a 2019

Venda de veículos novos cresce 113,6% em junho ante maio, diz Fenabrave

O volume registrado em junho, se comparado a igual mês do ano passado, apresenta queda de 40,5%

para enfrentar a crise

Embraer quer implementar PDV para funcionários em licença remunerada

Desde março, a fabricante de aeronaves já adotou trabalho remoto integral (home office), concessão de férias coletivas, suspensão de contratos de trabalho e redução de jornada, por conta da crise causada pela pandemia

questões do emprego

Governo estuda novo marco do trabalho com menores custos de contratação

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse que o governo está trabalhando em um novo marco do trabalho, com redução de custos para contratação

meta da infraestrutura

Governo quer fazer três concessões e 11 arrendamentos portuários até fim do ano

Entre as concessões planejadas, está a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), cujo edital deve ser publicado até o fim do 3º trimestre, segundo a pasta

contas públicas

Ministério da Economia passa a estimar déficit do setor público de R$ 828,6 bilhões

Em maio, a estimativa era de resultado negativo de R$ 708,7 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements