Como ter a chance de ficar milionário, começando em 2023; veja vídeo aqui

Cotações por TradingView
2020-08-01T11:48:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
responsabilização

IRB deve entrar na Justiça contra ex-executivos após polêmica com Warren Buffett

Decisão foi autorizada em assembleia de acionistas; empresa teve balanços questionados neste ano e boatos envolvendo a base acionária

1 de agosto de 2020
11:48
O bilionário Warren Buffett
O megainvestidor e bilionário Warren Buffett - Imagem: Wikimedia Commons

O ressegurador IRB Brasil aprovou em assembleia de acionistas responsabilizar judicialmente os ex-executivos envolvidos na divulgação de informações inverídicas sobre a base acionária da empresa. O caso envolveu o nome do bilionário Warren Buffett.

Ex-executivos foram também responsabilizados pelo recebimento e pagamento a título de bônus, sem as devidas aprovações e justificativas internas, de aproximadamente R$ 60 milhões.

A empresa diz que eles realizaram recompra de ações em desrespeito aos limites impostos pelo Conselho de Administração e foram responsáveis por erros nas demonstrações financeiras.

Ainda em assembleia, as demonstrações financeiras de 2019 e a proposta de destinação de lucro líquido foram revisadas, apresentadas aos acionistas e aprovadas.

O grupo também autorizou a fixação de um conselho fiscal da empresa em quatro membros efetivos e outros quatro suplentes. Em seguida, elegeu os oito nomes indicados pelo IRB.

A assembleia ainda aprovou a proposta de fixar o limite de valor da remuneração anual global dos administradores e dos membros dos conselhos da companhia, para o período entre abril deste ano e março de 2021.

Caso Warren Buffett

No final de fevereiro, circulou no mercado financeiro um boato de que a Berkshire Hathaway, do bilionário Warren Buffett, teria comprado ações do IRB em meio à forte queda dos papéis na bolsa.

A "fake news" teria sido reforçada pela empresa ao indicar para o conselho fiscal a advogada Márcia Cicarelli - que atua como procuradora do conglomerado no Brasil - e só foi negada quando a própria Berkshire se manifestou publicamente.

O boato com o nome de Warren Buffett surgiu em um momento em que a empresa já sofria questionamentos públicos sobre seu desempenho. Ainda em fevereiro, a gestora Squadra havia divulgado uma carta aos investidores na qual contestava os resultados do IRB.

Com uma grande posição vendida em ações da companhia, a gestora sustentava que os balanços haviam sido turbinados por itens não-recorrentes - que não se repetiriam em resultados seguintes.

Com a polêmica, os papéis do ressegurador desabaram - e ainda acumulam queda de 77% desde janeiro. Mas a empresa reconheceu o erro apenas cinco meses depois da carta da Squadra, colocando a culpa na diretoria da época - o comando da empresa foi trocado nesse meio tempo.

Na ocasião, o IRB relatou ter encontrado uma fraude de R$ 60 milhões no pagamento de supostos bônus a um ex-diretor e outros colaboradores da empresa e suas controladas.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

DIA 37

Da defesa ao ataque: Lula fala — de novo — da inflação, do BC e, agora, do BNDES

6 de fevereiro de 2023 - 20:32

Presidente solta o verbo mais uma vez e questiona o nível elevado da taxa de juros, ironiza os efeitos negativos de suas críticas à política monetária e ainda destaca o papel do BNDES para impedir que o Brasil “afundasse”

TENSÃO NO AR

Balão da discórdia: o recado que a China mandou para os EUA após nova crise de espionagem

6 de fevereiro de 2023 - 19:55

Embora tenha colocado panos quentes sobre o que chamou de incidente, Pequim também subiu o tom contra Washington

Montanha de endividamento

O novo calvário da Oi (OIBR3; OIBR4): empresa declara dívidas de quase R$ 30 bilhões à Justiça do Rio; Itaú BBA puxa a fila entre os bancos nacionais

6 de fevereiro de 2023 - 19:44

A Oi (OIBR3;OIBR4) diz ter dívidas de mais de R$ 9 bilhões só com o BNY Mellon; o Itaú BBA, com R$ 2 bilhões, é o principal credor nacional

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Tremores de terra em Brasília e na Turquia, o futuro das criptomoedas e mais destaques do dia

6 de fevereiro de 2023 - 19:34

Muitos desastres ambientais, como furacões e tormentas, são facilmente monitorados e previsíveis, mas abalos sísmicos e os seus inevitáveis tremores de terra são quase sempre uma surpresa indesejável.  Mas ao contrário do que dita a natureza, Brasília consegue sentir a aproximação de um terremoto que pode rachar as estruturas do Banco Central brasileiro e a […]

'inconsistências contábeis'

Caso Americanas: “Fomos vítimas de uma fraude”, diz Verde

6 de fevereiro de 2023 - 19:20

Desempenho do fundo Verde foi parcialmente afetado pela debacle da Americanas em janeiro devido a um investimento em debênture da varejista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies