Menu
2020-03-19T08:15:59-03:00
enfrentamento da crise

iFood cria fundo de R$ 50 mi para restaurantes

Restaurantes que estiverem elegíveis a serem auxiliados terão uma devolução de parte das comissões cobradas pela empresa nos pedidos feitos a partir de 2 de abril

19 de março de 2020
8:15
ifood
Imagem: Shutterstock

A startup de entrega de refeições iFood vai adotar um conjunto de medidas para auxiliar restaurantes em meio à crise por conta da pandemia do novo coronavírus. Válidas a partir do dia 2 de abril, as medidas foram reveladas pela startup com exclusividade ao jornal O Estado de S. Paulo e serão detalhadas no próximo dia 25.

Segundo Diego Barreto, diretor financeiro do iFood, o fundo de assistência será montado com R$ 50 milhões das receitas do aplicativo. Os restaurantes que estiverem elegíveis a serem auxiliados terão uma devolução de parte das comissões cobradas pela empresa nos pedidos feitos a partir de 2 de abril. "Restaurantes que tiverem só uma sede, o dono for pessoa física e estiverem em áreas de grande impacto do coronavírus estão nas nossas prioridades", disse o executivo. "A contribuição aos restaurantes vai aparecer como uma devolução nas faturas dos pedidos."

A empresa também vai reduzir o prazo para repassar valores aos restaurantes. Hoje, quando um pedido é feito em um estabelecimento, o valor da conta demora 30 dias para ser resgatado pelos estabelecimentos. A partir de 2 de abril, será possível optar por receber os pagamentos 7 dias depois da compra, sem custo adicional. "Queremos ajudar quem está com fragilidade financeira nesse momento", afirma Barreto. Segundo estimativas feitas pela própria empresa, a medida pode ajudar na injeção de R$ 600 milhões em capital de giro no setor de restaurantes nos meses de abril e maio.

A terceira medida é a flexibilização do "Para Retirar", função que permite ao usuário tanto pedir um prato e retirá-lo no restaurante, como também consumi-lo no salão. "Nossa intenção é manter os salões dos estabelecimentos livres. Vamos fazer isso à medida que for possível, respeitando as orientações das autoridades", afirma Barreto. Taxas sobre esse tipo de serviço, normalmente cobradas dos restaurantes, serão devolvidas. / B.C.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Pesquisa Datafolha

59% são contra e 37% a favor da renúncia de Bolsonaro em meio à pandemia

Um levantamento do Datafolha, divulgado neste domingo, 5, mostra que 59% dos brasileiros são contra uma renúncia do presidente Jair Bolsonaro em meio ao combate à pandemia pela covid-19. Outros 37% são a favor, conforme vem sendo pedido por políticos da oposição. Outros 4% não sabem dizer. Para apenas 33% dos entrevistados, a gestão da […]

LIÇÕES PARA O SEU DINHEIRO

Recomendações de leitura para um investidor em quarentena

Três livros para você sobreviver ao isolamento e sair deste furacão como um investidor ainda melhor.

O BC e o coronavírus

Preferimos ter um lado fiscal um pouco pior para que as pessoas possam honrar seus contratos, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, destacou que a instituição se preocupa em dar condições às empresas cumprirem suas obrigações financeiras, evitando um movimento de quebra massiva de contratos

Crise da Covid-19

Brasil ultrapassa marca de 10 mil casos de coronavírus

Em 24 horas, o Brasil notificou mais de mil novos casos de coronavírus e outros 72 casos fatais. A taxa de mortalidade no país está em 4,2%

Em conversa com o setor de varejo

Governo faz o máximo para o dinheiro chegar à ponta final, diz Guedes

O ministro Paulo Guedes, participou de conferência com líderes do setor de varejo neste sábado, detalhando as inciativas do governo na crise do coronavírus

Guerra de preços

Arábia Saudita e Rússia continuam trocando farpas e trazem preocupação ao mercado de petróleo

Arábia Saudita e Rússia voltaram a trocar acusações no âmbito da guerra de preços do petróleo — e já se começa a falar que a reunião emergencial da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) da próxima segunda-feira foi por água abaixo

Impactos

Crise do coronavírus reduz consumo de carne e já paralisa 11 frigoríficos no país

A indústria da carne já começa a sentir os primeiros efeitos da crise do coronavírus, com uma menor demanda por produtos — o que paralisa alguns frigoríficos no país

Seu Dinheiro no Sábado

MAIS LIDAS: Um bilionário na luta contra o coronavírus

A notícia a respeito das iniciativas do bilionário Elon Musk no combate à pandemia de coronavírus foi a mais lida dessa semana no Seu Dinheiro

Ano difícil

Braskem fecha 2019 com prejuízo líquido de R$ 2,8 bilhões, revertendo o lucro de 2018

A Braskem encerrou 2019 com um prejuízo bilionário e contração nas receitas e no Ebitda em relação a 2018

LIÇÕES PARA AVALIAR UM NEGÓCIO

8 formas de saber se é um bom investimento

Na escola, seu boletim é a marca do seu sucesso. Nos negócios, são as demonstrações financeiras. Se você quer ser bem-sucedido, precisa saber como tirar conclusões sobre a saúde da empresa e seu potencial.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements