Menu
2020-09-15T11:25:32-03:00
Estadão Conteúdo
Reflexos do vírus

IBGE: 38,6% das empresas foram afetadas pela pandemia na 1ª quinzena de agosto

As empresas do setor de construção foram as que mais sentiram impactos negativos da covid-19: 47,9% das companhias do setor se queixaram dos reflexos da pandemia

15 de setembro de 2020
11:25
vírus coronavírus
Imagem: Shutterstock

O Brasil tinha 3,2 milhões de empresas em funcionamento na primeira quinzena de agosto, sendo que 38,6% delas informaram que a pandemia do novo coronavírus afetou negativamente suas atividades. Os dados são da Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas Empresas, que integra as Estatísticas Experimentais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foi divulgada nesta terça-feira, 15.

Para 33,9% das empresas em funcionamento, o efeito da pandemia sobre os negócios foi pequeno ou inexistente, enquanto outros 27,5% relataram ter observado um impacto positivo.

As empresas do setor de construção foram as que mais sentiram impactos negativos da covid-19: 47,9% das companhias do setor se queixaram dos reflexos da pandemia. No comércio, 46,3% das companhias reportaram efeitos negativos nos negócios. Na indústria, 32,8% das empresas foram impactadas negativamente, enquanto nos serviços houve efeitos negativos em 31,7% das companhias.

Os efeitos negativos foram percebidos por 38,8% das empresas de pequeno porte, 28,4% das intermediárias e 25,5% das grandes empresas. Entre as regiões, a pandemia impactou negativamente 41,9% das empresas no Norte; 43,6% no Sudeste, 39,9% no Sul, 39,8% no Centro Oeste e 20,4% no Nordeste.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Um outro olhar

Investidores mudam o foco, dólar cai e Ibovespa vive dia de forte recuperação

Bolsa recupera terreno e fecha em alta de 1,33%; dólar retorna a R$ 5,51 com reação a sinalizações de banqueiros centrais

fintech do Mercado Livre

Mercado Pago recebe aporte de R$ 400 milhões do Goldman Sachs

Os recursos têm como destino a divisão de crédito da instituição, o Mercado Crédito, e servirão para expandir a oferta de crédito para pequenos e médios vencedores que usam o Mercado Pago e o Mercado Livre

presidente popular

Avaliação positiva de Bolsonaro sobe de 29% para 40%, diz Ibope

Após cair ao longo do primeiro ano de governo, a popularidade do presidente Jair Bolsonaro disparou agora em setembro, na comparação com dezembro do ano passado

218.679 pedidos

Pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro, diz Economia

Os pedidos de seguro-desemprego somaram 218.679 nos primeiros 15 dias de setembro

maiores altas percentuais

IRB, PetroRio e CVC são destaques do Ibovespa em dia de bom humor nos EUA

Por volta das 15h30, o principal índice de ações da B3 sobe 1,73%. IRB Brasil e CVC estão entre os três papéis que mais perderam valor na bolsa em 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements