⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2020-02-11T22:55:09-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Acordo fechado

Empiricus assina termo de compromisso com a CVM e põe fim a disputa judicial

A Empiricus aceita ser regulada pela CVM e vai credenciar seus analistas na Apimec em até 60 dias

11 de fevereiro de 2020
21:19 - atualizado às 22:55
Felipe Miranda no Blink
estrategista-chefe da Empiricus, Felipe Miranda - Imagem: Seu Dinheiro

A Empiricus anunciou nesta terça-feira (11) um termo de compromisso com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para colocar fim a um processo judicial movido pela publicadora.

Segundo Caio Mesquita, CEO da empresa, o acordo “traz segurança jurídica para o nosso negócio e nos deixa ainda mais otimistas com o seu futuro”.

O acordo prevê a renúncia pela Empiricus de uma ação que discutia se negócios da área editorial deveriam estar sujeitos à regulação da autarquia. A empresa também se comprometeu a credenciar seus analistas na Apimec em até 60 dias.

Em comunicado, a CVM esclarece que a proposta começou a ser discutida na reunião do colegiado de 17 de dezembro do ano passado. A conclusão do acordo foi formalizada nesta terça-feira.

"Diante da proposta apresentada, o CTC (Comitê de Termo de Compromisso) entendeu que a proposta seria suficiente para desestimular a prática de condutas semelhantes no mercado, sendo oportuno e conveniente realizar o acordo. Dessa forma, propôs ao Colegiado a aceitação da proposta."

O termo de compromisso também prevê que a publicadora pague valores à CVM. A Empiricus desembolsará R$ 3 milhões e a Inversa Publicações, empresa controlada pelo mesmo grupo, R$ 500 mil. Outros R$ 50 mil serão pagos em nome de cada um dos 15 analistas listados no termo.

A Empiricus informou que os valores pagos não representam a imposição de multa. É um pagamento feito pelo período em que os analistas não estiveram credenciados à CVM. A publicadora reforçou que o acordo não significa um reconhecimento de culpa e que não responderá a nenhum processo administrativo sancionador.

Mudanças no marketing

Em comunicado oficial, a Empiricus aponta que um ofício-circular divulgado pela CVM no ano passado deu clareza sobre quais restrições se aplicam às peças publicitárias divulgadas pelas empresas que são reguladas pela autarquia.

“Nós já vínhamos fazendo ajustes em nosso marketing e, analisando as novas diretrizes, manifestamos à autarquia nosso desejo de resolver a questão”, afirma Mesquita.

O CEO da Empiricus esclareceu também que a oferta de produtos não será alterada. "As sugestões de investimento feitas por nós tiveram rentabilidades extraordinárias em 2019, o que muito nos orgulha. O que o acordo com a CVM representa é um passo muito importante na institucionalização da Empiricus. Acreditamos que 2020 será um ótimo ano para a empresa e para a economia em geral."

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

ESTRADA DO FUTURO

Uma nova safra de balanços vem aí: o que esperar dos resultados das maiores empresas de tecnologia do mundo?

6 de outubro de 2022 - 6:39

Há uma enorme diferença entre as expectativas para Amazon, Apple, Google e Microsoft; o mais importante é o que elas têm a dizer sobre os próximos trimestres

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Embate entre Opep+ e Biden, nova pesquisa do Ipec e a pedra no sapato da Oi (OIBR3); confira os destaques do dia

5 de outubro de 2022 - 19:16

A decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) de cortar a produção em dois milhões de barris por dia (bpd) para manter o mercado estável não agradou o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Com a inflação batendo insistentemente em sua porta e uma resistência da alta dos preços aos remédios […]

CONSOLIDAÇÃO

Líder em consolidação no setor de saúde, Hapvida (HAPV3) compra operadora de baixo custo por R$ 120 milhões

5 de outubro de 2022 - 18:57

A compra será feita por meio da subsidiária Intermédica e custará cerca de R$ 120 milhões

PRÉVIA DO BALANÇO

Multiplan (MULT3) vende R$ 4,7 bilhões e renova recorde de performance para um terceiro trimestre — confira os destaques da prévia operacional da companhia

5 de outubro de 2022 - 18:51

Todos os ativos do portfólio da empresa apresentaram crescimento de dois dígitos na comparação anual, com destaque para um shopping paulistano

ELEIÇÕES 2022

Ipec mostra Lula com 51% e Bolsonaro com 43% — confira a primeira pesquisa após o primeiro turno

5 de outubro de 2022 - 18:33

Considerando apenas os votos válidos, ou seja, excluindo os brancos e nulos, o petista aparece com 55%, ante 45% do presidente que tenta a reeleição

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies