Menu
2020-03-13T14:30:00-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
diante do coronavírus

CVM alerta para capacidade das corretoras e recomenda plano de contingência

Em um ofício, a autarquia traz orientações para esses participantes e pede que estejam preparados para eventos de risco

13 de março de 2020
14:29 - atualizado às 14:30
ações bolsa
Imagem: Shutterstock

Diante do estresse no mercado financeiro em função do coronavírus, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou um comunicado ao mercado alertando que o volume de operações tende a crescer e pode superar a capacidade suportada pela atual estrutura de tecnologia da informação do intermediário atuante no mercado de capitais.

O órgão regulador do mercado de capitais pede que intermediários como as corretoras de valores mobiliários preparem um plano de contingência, já que a crise pode levar à realização de operações por telefone ou aumento no número de intermediários trabalhando remotamente.

Em um ofício, a CVM traz orientações para esses participantes e pede que estejam preparados para eventos de risco. O plano de contingência deve contemplar alternativas para que continuem prestando seus serviços adequadamente, afirma a autarquia.

"Essa ação deve ser discutida e aprovada pela alta administração do intermediário, comunicado aos funcionários e prever a forma, conteúdo e timing de eventual comunicação aos clientes e público em geral", diz o comunicado

Segundo Francisco José Bastos Santos, Superintendente de Relações com o Mercado e Intermediários, o objetivo da área técnica da CVM é destacar a necessidade de atuação preventiva desses regulados, a fim de garantir o melhor interesse do cliente para a execução de ordens por ele comandadas.

"O primeiro passo importantíssimo do intermediário diante desse cenário de possível estresse decorrente do Coronavírus é não improvisar e ter já desenvolvido e disseminado internamente um plano de contingência adequado para a situação", diz.

Caso esse tipo de cenário se materialize, a CVM diz que é fundamental uma comunicação direta e simples com seu cliente, informando-o com clareza sobre possíveis impactos nos serviços oferecidos, como atuará nessa situação e se mostrar disponível e acessível para qualquer necessidade.

Independentemente do tipo de atendimento a ser implementado por meio do plano de contingência, o superintendente destaca que o essencial é manter tranquila, contínua, clara e segura a interação com seus clientes, bem como treinar suas equipes de trabalho para assegurar a qualidade no nível de serviço prestado, mesmo diante da situação de estresse causada pelo Coronavírus.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

PANDEMIA NO PAÍS

Covid-19: Brasil registra 863 óbitos e 32.058 novos casos em 24h

Segundo Ministério da Saúde, 86,6% dos paciente estão recuperados

privatização na berlinda

Justiça de Alagoas suspende leilão para concessão de saneamento na B3

No último dia 24, a 1ª Vara da Comarca de Marechal Deodoro negou liminar ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Marechal Deodoro (SAAE), que pedia a suspensão do processo licitatório

fatia relevante

Gestora Atmos passa a deter 6,68% das ações preferenciais do Inter

Fundo passou a deter cerca de 25,3 milhões de papéis PN do Inter

seu dinheiro na sua noite

Onde está o Guedes?

Paulo Guedes esteve presente ontem no anúncio do programa Renda Cidadã pelo governo, ao lado de Jair Bolsonaro e lideranças do Congresso. Mas os investidores no mercado financeiro não reconheceram no ministro a figura que prometeu implementar uma agenda de medidas liberais na economia, incluindo privatizações e reformas. A desconfiança sobre como a equipe econômica encaixaria […]

ajuste fiscal

Propostas para o Renda Cidadã não têm intenção de driblar teto, diz secretário do Tesouro

“A gente sabe que o teto é baseado em credibilidade e não adianta tomarmos ações que minem a credibilidade do teto”, disse Bruno Funchal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements