Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-13T14:30:00-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
diante do coronavírus

CVM alerta para capacidade das corretoras e recomenda plano de contingência

Em um ofício, a autarquia traz orientações para esses participantes e pede que estejam preparados para eventos de risco

13 de março de 2020
14:29 - atualizado às 14:30
ações bolsa
Imagem: Shutterstock

Diante do estresse no mercado financeiro em função do coronavírus, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou um comunicado ao mercado alertando que o volume de operações tende a crescer e pode superar a capacidade suportada pela atual estrutura de tecnologia da informação do intermediário atuante no mercado de capitais.

O órgão regulador do mercado de capitais pede que intermediários como as corretoras de valores mobiliários preparem um plano de contingência, já que a crise pode levar à realização de operações por telefone ou aumento no número de intermediários trabalhando remotamente.

Em um ofício, a CVM traz orientações para esses participantes e pede que estejam preparados para eventos de risco. O plano de contingência deve contemplar alternativas para que continuem prestando seus serviços adequadamente, afirma a autarquia.

"Essa ação deve ser discutida e aprovada pela alta administração do intermediário, comunicado aos funcionários e prever a forma, conteúdo e timing de eventual comunicação aos clientes e público em geral", diz o comunicado

Segundo Francisco José Bastos Santos, Superintendente de Relações com o Mercado e Intermediários, o objetivo da área técnica da CVM é destacar a necessidade de atuação preventiva desses regulados, a fim de garantir o melhor interesse do cliente para a execução de ordens por ele comandadas.

"O primeiro passo importantíssimo do intermediário diante desse cenário de possível estresse decorrente do Coronavírus é não improvisar e ter já desenvolvido e disseminado internamente um plano de contingência adequado para a situação", diz.

Caso esse tipo de cenário se materialize, a CVM diz que é fundamental uma comunicação direta e simples com seu cliente, informando-o com clareza sobre possíveis impactos nos serviços oferecidos, como atuará nessa situação e se mostrar disponível e acessível para qualquer necessidade.

Independentemente do tipo de atendimento a ser implementado por meio do plano de contingência, o superintendente destaca que o essencial é manter tranquila, contínua, clara e segura a interação com seus clientes, bem como treinar suas equipes de trabalho para assegurar a qualidade no nível de serviço prestado, mesmo diante da situação de estresse causada pelo Coronavírus.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa fecha semana no azul, Nubank valendo bilhões a menos e primeiro ETF cripto dos EUA: veja as principais notícias desta sexta

Em uma limousine brilhante, o Ibovespa chegou atrasado para a festa das bolsas globais — mas chegou.  Os balanços das empresas europeias e americanas abriram as portas do salão de baile: com o bom resultado das companhias, dados mistos da economia e um desenho mais nítido da retirada de estímulos monetários, Wall Street brilhou.  O […]

CRIPTOMOEDAS

Quais as dificuldades na regulamentação do Bitcoin e demais criptomoedas?

Analista de criptomoedas, Valter Rebêlo, comenta sobre o processo de regulamentação das criptomoedas ao redor do mundo

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tira uma lasquinha da festa das bolsas globais e sobe mais de 1% na semana; dólar recua após atuações do BC

Com uma bolsa descontada após as turbulências recentes, o Ibovespa tinha tudo para chegar cedo nessa festa, mas foi preciso que o Banco Central assumisse a condução para que a B3 tivesse uma chance.

ALGUNS BILHÕES A MENOS

Nubank prepara IPO com listagem na Nasdaq e na B3 até o fim deste ano, mas deve baixar a pedida no valuation

Meses atrás, a startup buscava ir a mercado avaliada em cerca de US$ 100 bilhões; veja o novo valor de mercado segundo o Broadcast

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies