Menu
2020-10-20T17:21:16-03:00
Estadão Conteúdo
Empréstimos sem autorização

C6 Bank é notificado pelo Procon-SP por operações de crédito não solicitadas

O órgão afirma que foram registradas 149 queixas contra o C6 no mês passado e comparou com maio, quando apenas uma reclamação foi registrada

20 de outubro de 2020
17:21
Fachada do C6 Bank
Sede do C6 Bank - Imagem: Divulgação / Medium

O Procon de São Paulo pediu explicações ao C6 Bank após receber reclamações de clientes de que o banco teria realizado empréstimos consignados sem a solicitação deles, além de dificuldades para solucionar os problemas no serviço de atendimento. O órgão de defesa do consumidor afirma que foram registradas 149 queixas contra o C6 no mês passado e comparou com maio, quando somente uma reclamação foi registrada.

Leia também:

A instituição financeira tem 72 horas para responder aos questionamentos enviados pelo Procon, que quer saber como e por quais canais estão sendo ofertadas e contratadas as operações de crédito consignado; como o consumidor pode efetuar o cancelamento da contratação quando há constatação do crédito indevido; se foi verificada a ocorrência de problema sistêmico que poderia ter dado causa ao aumento de contestações de operações e quantas ocorrências semelhantes foram detectadas em 2020; quais providências têm sido adotadas para solução dos problemas relatados; quais os canais de atendimento são disponibilizados ao consumidor.

"Se não houver esclarecimento por parte da empresa, o Procon aplicará uma multa severa e vai coibir esse tipo de prática danosa às pessoas, normalmente hipossuficientes, idosos e pessoas sem capacidade de avaliar o perigo que representa o superendividamento", afirma o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez.

Em nota, o C6 Bank afirmou que em setembro fechou 100 mil contratos e que um "porcentual muito pequeno desse total" registrou reclamações. "Ressaltamos que todos os casos são resolvidos sempre sem prejuízo ao consumidor. Nossa equipe segue disponível para prestar o melhor atendimento aos nossos clientes", diz o banco, que afirmou também "seguir o padrão de qualidade das melhores instituições do País".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies