Menu
2020-02-08T15:04:36-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Ações de presente

Bradesco aprova bonificação a acionistas e vai aumentar dividendo mensal

Acionistas ganharão uma nova ação do banco para cada 10 que possuem em aumento de capital de R$ 4 bilhões

8 de fevereiro de 2020
10:20 - atualizado às 15:04
Banco Bradesco
Imagem: Estadão Conteúdo / André Dusek

Os acionistas do Bradesco vão ganhar uma nova ação do banco para cada 10 que possuem. O segundo maior banco privado brasileiro aprovou um aumento de capital de R$ 4 bilhões com bonificação em ações.

O dinheiro para a capitalização virá de parte da conta de reservas de lucro da instituição. A operação vai envolver a emissão de 403.191.507 ordinárias e 403.191.465 preferenciais.

O Bradesco também vai manter a distribuição de juros sobre o capital próprio mensais no valor líquido de impostos de R$ 0,014662352 por ação ordinária e R$ 0,016128588 por ação preferencial.

Isso significa que o banco vai ampliar em 10% o valor pago mensalmente aos acionistas após a aprovação da bonificação, que ainda precisa ser homologada pelo Banco Central.

No pregão de sexta-feira, as ações PN do Bradesco fecharam em alta de 1,14%, cotadas a R$ 33,73. No ano, os papéis acumulam queda de 6,66%. O banco divulgou o balanço anual na quarta-feira, com lucro líquido recorrente de R$ 25,887 bilhões, alta de 20% em relação a 2018.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mercados hoje

Bolsas sobem em Nova York após dois dias de queda, mas petróleo pressiona índice de empresas brasileiras

Otimismo com retomada da economia norte-americana impulsiona bolsas. A maior surpresa do dia é o Nasdaq, que sobe mesmo com o peso das ações da Netflix

O varejo ferve

Renner mira compra da Dafiti com recursos da oferta de ações

Varejista anunciou captação de até R$ 6,5 bilhões na bolsa e pode usar os recursos para fazer uma proposta pelo e-commerce de moda

Pouso forçado

Demanda por voos deve encerrar o ano em menos da metade do nível pré-pandemia

O prejuízo total das companhias aéreas em 2021 deve ficar entre US$ 47 bilhões e US$ 48 bilhões, de acordo com a ação Internacional de Transporte Aéreo (Iata)

Agora vai?

Governo vai reduzir valor de arrecadação por áreas “micadas” do pré-sal em novo leilão

A arrecadação que o governo pretende receber pela exploração de dois campos do pré-sal foi reduzida em R$ 25,5 bilhões; novo leilão deve acontecer em dezembro

Mercado de capitais

FGTS embolsa quase R$ 900 milhões com venda de ações da Alupar em oferta

O fundo que reúne o dinheiro dos trabalhadores com carteira assinada tinha uma participação de 12% no capital do grupo de geração e transmissão de energia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies