Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-05T18:31:20-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Fintech caseira

Bradesco quer 3,5 milhões de clientes no banco digital Next no fim deste ano

O banco digital, que vai ser totalmente separado do Bradesco, atingiu a marca de 2 milhões de correntistas em janeiro deste ano

5 de fevereiro de 2020
14:45 - atualizado às 18:31
next bradesco
Imagem: Divulgação

O Next, banco digital do Bradesco, deve atingir um total de 3,5 milhões de clientes no fim de 2020. A meta foi traçada por Octavio de Lazari, presidente do Bradesco.

O banco digital criado em 2017 para atrair um público que não identifica com as marcas tradicionais fechou o ano passado com 1,8 milhão de correntistas.

A estimativa inicial de Lazari era que o Next encerrasse 2019 com 1,5 milhão de contas, mas com os bons resultados o executivo chegou a falar em atingir a marca de 2 milhões, que foi alcançada apenas em janeiro deste ano.

O Bradesco pretende separar totalmente o Next das operações da instituição. Assim como praticamente todas as novas empresas de tecnologia financeira (fintech), o banco digital ainda não dá lucro, disse Lazari, em teleconferência com a imprensa.

Por falar em lucro, o Bradesco registrou em 2019 um aumento de 20% nos resultados, para R$ 25,887 bilhões. No quarto trimestre, a rentabilidade do banco alcançou os 21,2% e encostou no Santander.

Além do lucro maior, Lazari atribuiu o avanço da rentabilidade à distribuição dos dividendos extraordinários e ao efeito das provisões realizadas pelo banco no quarto trimestre. "Mas consideramos sustentável um retorno na casa dos 20% em 2020", afirmou.

Os investidores reagiram bem ao balanço. Na tarde de hoje, as ações preferenciais (PN) do Bradesco (BBDC4) fecharam em alta de 1,93%, cotadas a R$ 33,74.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

o melhor do seu dinheiro

Economia mundial: Um drama em dois atos

Os dois principais palcos da economia mundial estão com peças bem distintas em cartaz, mas ambas têm roteiros carregados de dramas que convergem um ao outro. Na maior economia do mundo, o mercado de juros volta a ficar pressionado após alguns meses de quase estabilidade. As últimas indicações do Federal Reserve sobre o rumo da […]

ficou para depois

Com maior aversão ao risco, Bluefit confirma adiamento de IPO

Adiamento é valido por um período de até 60 dias úteis contados a partir de 24 de setembro; empresa citou “condições de volatilidade no mercado de capitais”

estatal do RS

Privatização da Corsan, com IPO na B3, terá assessoria do BNDES

Primeiro serviço prestado pelo banco deve ser o de fornecer metodologia para seleção das instituições financeiras que coordenarão a abertura de capital

diversificação

Westwing compra Zarpo Viagens, ampliando lifestyle

Empresa adquirida trabalha em parceria com hotéis, resorts, pousadas e companhias aéreas; valor da operação não foi revelado

FECHAMENTO DO DIA

China e Estados Unidos aumentam cautela dos mercados globais e Ibovespa amarga queda de 3%; dólar avança

Apesar da Petrobras ter mais uma vez protagonizado atritos no cenário local, os maiores focos de cautela vieram do exterior e o Ibovespa acompanhou o ritmo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies