Menu
2020-01-30T18:53:41-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
no balanço

Santander Brasil tem lucro de R$ 14,5 bilhões em 2019, e aumenta a participação nos ganhos do grupo

Filial brasileira divulgou resultados do quarto trimestre; lucro chegou a R$ 3,7 bilhões, avançando 9,49%; retorno sobre patrimônio bate 21,3%

29 de janeiro de 2020
9:23 - atualizado às 18:53
Santander
Imagem: Shutterstock

O Santander Brasil divulgou nesta quarta-feira (29) que o lucro líquido gerencial chegou a R$ 14,550 bilhões em 2019 - uma alta de 17,4% em relação a 2018. Com o desempenho, a participação do Brasil no lucro do grupo avançou de 26% para 28% em um ano.

No quarto trimestre de 2019, o lucro líquido gerencial do Santander Brasil foi de R$ 3,726 bilhões. A cifra representa uma alta de 9,43% em relação ao mesmo período do ano anterior, mas não supera a estimativa de R$ 3,820 apontada por analistas ouvidos pela Bloomberg.

A carteira de crédito ampliada da filial brasileira da instituição somou R$ 432,549 bilhões no período encerrado em dezembro - um aumento de 5,8% em relação ao terceiro. Em um ano, os empréstimos avançaram 11,8%, ao passo que o patrimônio líquido fechou em R$ 68,161 bilhões, alta de 5,6%.

O retorno (ROE, na sigla em inglês) do Santander Brasil foi a 21,3% no quarto trimestre, melhora de 0,2 ponto porcentual em relação ao terceiro trimestre. A projeção de analistas era de 21,1%.

Segundo o banco, o balanço mais recente registrou o efeito da remensuração dos créditos tributários decorrente do aumento da alíquota de Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) de 15% para 20%, com a Reforma da Previdência. A medida gerou um ganho de crédito tributário de R$ 2,7 bilhões.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

JURO BAIXO E PANDEMIA

O alinhamento dos astros está favorável para os investimentos em imóveis

Pandemia aumentou desejo por imóveis maiores e com escritório; juro baixo estimula segmento.

foco no nordeste

Desenvolvimento Regional autoriza R$ 30,7 milhões para saneamento em 17 Estados

Segundo a pasta, a maior fatia dos recursos foi destinada ao Nordeste (R$ 15,8 milhões), seguida pela região Norte (R$ 6,5 milhões)

caso das rachadinhas

Presidente do STJ decide colocar Queiroz em prisão domiciliar

O caso tramita sob segredo de Justiça. Preso desde 18 de junho, Queiroz é apontado como operador de um suposto esquema de “rachadinhas” – apropriação de salários de funcionários – no antigo gabinete do senador Flávio Bolsonaro

O dia dos mercados

Com cautela em NY, bolsa fecha em queda de 0,6% após voltar aos 100 mil pontos; dólar recua

Em sessão de volatilidade, bolsa retorna ao patamar de 100 mil, mas não consegue manter fôlego com cautela em bolsas americanas. Dólar tem leve queda e se aproxima de R$ 5,30

ALÉM DE MORTOS E FERIDOS...

Os ‘falidos’ do coronavírus: veja as empresas que quebraram na pandemia

Companhias aéreas foram as primeiras a sentir o baque, seguidas por empresas que dependem também do turismo ou de viagens corporativas. Varejistas com fraca presença no e-commerce também sofreram com a ausência de clientes.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements