Menu
2020-02-07T13:42:55-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Oferta na Nasdaq

Gestora criada por Paulo Guedes embolsa até R$ 1,1 bilhão com venda de ações da Afya

Com a ida para o governo, o ministro não verá a cor desse dinheiro, mas é provável que ele tenha negociado uma boa compensação ao sair da gestora, já prevendo o sucesso do grupo de educação

7 de fevereiro de 2020
12:01 - atualizado às 13:42
Paulo Guedes
Paulo Guedes na abertura oficial do Fórum de Investimentos Brasil. - Imagem: Brasil Investment Forum

O ministro Paulo Guedes deixou uma verdadeira mina de ouro para trás ao assumir um cargo no governo Bolsonaro e deixar a sociedade na gestora de fundos Bozano, que mudou o nome para Crescera.

O fundo da gestora acaba de garantir US$ 215 milhões (R$ 925 milhões ao câmbio de R$ 4,30) com a venda de ações na Afya, grupo de educação voltado a cursos de medicina que abriu o capital no ano passado na bolsa americana Nasdaq.

O valor final pode chegar aos US$ 250 milhões (R$ 1,1 bilhão) com a venda de um lote adicional que pode ocorrer nos próximos dias.

A oferta de ações da Afya pode movimentar até US$ 393 milhões (quase R$ 1,7 bilhão) no total, sem considerar o lote que ainda pode ser vendido. O preço por ação foi definido em US$ 27,50.

Uma parte dos recursos captados foi para o caixa da empresa, que pretende usar o dinheiro em aquisições e investimentos em negócios complementares.

A Afya abriu o capital na Nasdaq em julho do ano passado. O grupo foi criado a partir da união da NRE Educacional, maior grupo de faculdade de Medicina do país, com a Medcel, marca de cursos digitais preparatórios para provas de residência médica.

Quase sete vezes

O aporte na empresa de educação foi realizado pelo fundo captado em 2015 pela Crescera, que na ocasião tinha Paulo Guedes como um de seus principais sócios. A gestora investiu pouco mais de R$ 600 milhões na Afya, e até a venda das ações na oferta anunciada nesta semana detinha 37,5% do capital.

O desempenho final do investimento do fundo de Paulo Guedes na Afya só será conhecido quando toda a participação for vendida. Mas pelas minhas contas, o retorno do fundo da Crescera equivale a quase 7 vezes o capital investido até o momento. Eu já havia escrito sobre o ganho da antiga gestora de Paulo Guedes nesta matéria.

O fundo da Crescera tem entre os principais cotistas a Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, o BNDES e o grupo de mídia alemão Bertelsmann, além do dinheiro de famílias milionárias. O ganho da gestora virá da taxa de performance, que pode chegar a 30% sobre o que superar o IPCA 25% ao ano.

Com a ida para o governo, Paulo Guedes não verá a cor desse dinheiro. Mas como não tem bobo no mercado financeiro, é bem provável que o ministro de Bolsonaro tenha negociado uma boa compensação ao sair da sociedade na gestora, já prevendo o sucesso que seria a oferta de ações da Afya.

Após a venda das ações, a participação da Crescera no grupo de educação pode cair para 26%. Mas como a gestora possui um tipo de ação que dá direito a dez votos cada, a fatia no capital votante equivale a 46,4%.

Procurada, a Crescera informou que não tem permissão para comentar o retorno dos seus investidores. "As informações públicas já foram divulgadas e estão disponíveis nos órgãos reguladores. Vale ressaltar que o ministro Paulo Guedes se desligou por completo da gestora em 2018", acrescentou, em nota encaminhada pela assessoria de imprensa.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Fabricante de aviões trilha novo caminho: Boing aposta no MAX

Fabricante de aviões trilha novo caminho após acidentes; como executivos aprenderam a trabalhar sem viajar, setor aéreo deve sofrer.

ranking

Os títulos públicos mais rentáveis do 1º semestre; indicações do Seu Dinheiro estiveram entre eles

Em março, levantamos a bola para uma oportunidade aberta no Tesouro Direto com a alta dos juros no mês, e alguns dos títulos indicados ficaram entre os mais rentáveis do semestre. Confira a lista completa dos melhores e piores títulos públicos do ano até agora

Recuperação mais lenta

Ipea diz que efeitos da pandemia tendem a persistir sobre mercado de trabalho

“É provável que a taxa de desemprego continue alta, mas não por uma piora do mercado de trabalho, e sim pela melhora da percepção das pessoas sobre o ambiente para procurar emprego”, diz diretor da instituição

Sem pessoa física

Modelo de abertura de capital da Aura Minerals pode ser replicado

Modelo de esforços restritos, inaugurado no Brasil pela companhia produtora de ouro, só permite a entrada de fundos na abertura de capital

Conselho da Cosan aprova reorganização societária com holding única

A partir da consolidação da nova estrutura, os acionistas da própria Cosan, da CZZ e da Cosan Log vão passar a deter ações da holding, que continuará sendo controlada pela Aguassanta, veículo de investimento da família de Rubens Ometto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements