Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-05T20:12:52-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
A dona da bolsa

B3 tem lucro de R$ 3,2 bilhões em 2019 e anuncia recompra de ações

Em um ano de vários recordes na bolsa, o resultado recorrente da empresa registrou um aumento de 22,9% em relação ao ano anterior

5 de março de 2020
20:12
Sede da B3
Sede da B3 - Imagem: Shutterstock.com

Em um ano de vários recordes no mercado de ações brasileiro, os resultados da dona da bolsa brilharam. A B3 registrou lucro líquido recorrente de R$ 3,237 bilhões em 2019, o que representa um aumento de 22,9% em relação ao ano anterior.

O resultado contábil, referência para a distribuição de dividendos aos acionistas, aumentou 29,9%, para R$ 2,7 bilhões.

Com o aumento no número de investidores e nos volumes negociados na bolsa, a receita líquida da B3 avançou 22,3% no ano passado, para R$ 2,7 bilhões.

As despesas ajustadas da dona da bolsa também subiram, mas em um ritmo menor de 9,1%, para R$ 1,1 bilhão.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) recorrente da B3 aumentou 24,4% no ano passado, para R$ 4,3 bilhões. O que garantiu uma bela margem de 72,1%, alta de 1,2 ponto percentual.

Dividendos e recompra

Junto com o balanço, a B3 divulgou a aprovação do pagamento de dividendos extraordinários no valor de R$ 994 milhões.

No total, a companhia distribuiu 130% do lucro contábil de 2019 aos acionistas. Para este ano, a projeção é que o dividendo fique entre 120% e 150% do resultado.

A dona da bolsa também aprovou um programa de recompra de até 21,7 milhões de ações no mercado. Com base no preço de fechamento de hoje (R$ 47,11), a empresa pode adquirir até R$ 1 bilhão em ações.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Erros no mercado

Número de pedidos de indenização após perdas na Bolsa salta 810% no primeiro semestre

O Mecanismo de Ressarcimento de Prejuízos assegura aos investidores o ressarcimento de até R$ 120 mil por prejuízos causados por erros ou omissões de participantes do mercado

Lua de mel amarga

C6 quer ‘divórcio’ da TIM, mas operadora briga contra a separação

Um ano após firmarem parceria para captação de clientes em troca de ações, a fintech ouviu um ‘não’ para seu pedido de rescisão de contrato

Crise hídrica

Ministro de Minas e Energia descarta racionamento e diz trabalhar para evitar apagão

Com níveis alarmantes nas usinas hidrelétricas, até mesmo a volta do horário de verão é considerada por alguns membros do governo e indústria

Negócio da China?

SEC confirma pausa em IPOs de empresas chinesas; agência reguladora dos EUA fará novas orientações sobre riscos

Em meio à ofensiva regulatória de Pequim, a SEC busca novas orientações ao mercado sobre os riscos envolvidos em comprar ações de companhias do país asiático

Passo à frente

Rumo ao “outro patamar”: EQI, que trocou a XP pelo BTG, recebe autorização para abrir corretora

Depois de ser pivô de disputa entre os bancos, escritório de agentes autônomos dá um passo decisivo para ter “vida própria” no mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies