Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-08T12:27:47-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
recuperando

Azul vê uma recuperação de 85% da demanda doméstica em novembro

Empresa tem aumento de 17,5% do tráfego e de 12,2% na capacidade em relação a outubro

8 de dezembro de 2020
8:00 - atualizado às 12:27
Avião da azul
Azul - Imagem: Shutterstock

A Azul (AZUL4) continuou vendo uma melhora sequencial do tráfego de passageiros em novembro, registrando uma recuperação de 85% da demanda por voos domésticos.

A companhia aérea anunciou na segunda-feira (7) à noite que o tráfego de passageiros consolidado (RPKs) aumentou 17,5% em relação a outubro de 2020, frente a um crescimento de 12,2% na capacidade (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 83,1%.

O resultado continua sendo puxado pelos voos dentro do País, dadas as restrições de entrada sendo impostas por diversos países por conta da pandemia de covid-19. A taxa de ocupação doméstica foi de 83,8% e a internacional totalizou 72,6% em novembro, na comparação com outubro.

“Esperamos que essa tendência [de recuperação] continue à medida em que aumentamos progressivamente a nossa operação. Iremos voar para 113 destinos até o final de 2020, aproveitando a flexibilidade da nossa frota e da nossa malha exclusiva, que nos permitem adequar rapidamente a capacidade à demanda”, disse, em nota, o CEO da Azul, John Rodgerson.

Melhorando aos poucos

Aos poucos, a Azul começa a ver a sua situação melhorar. A liquidez imediata cresceu 2% entre o segundo e o terceiro trimestre, para R$ 2,3 bilhões, levando a liquidez total a crescer 4,6%, para R$ 6,9 bilhões.

Mas a pandemia de covid-19 pesou muito sobre as operações, resultando em um prejuízo líquido de R$ 1,2 bilhão no terceiro trimestre, um aumento de 2,2 vezes em relação à perda de R$ 550,5 milhões apurada no mesmo período de 2019.

As notícias sobre vacinas contra o novo coronavírus vêm impulsionando as ações da Azul. Em novembro, as ações da empresa acumularam alta de 68,6%. No ano, porém, elas registram queda de 28,1%.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Entrevista

Um dos maiores gestores de fundos imobiliários do mercado avisa: os shoppings estão baratos e o investidor ainda não percebeu

CEO da HSI, que tem R$ 11 bilhões sob gestão, diz que os shoppings estão começando a apresentar resultados como os de antes da pandemia e vê demanda de residencial alto padrão ainda forte

Casamento legal

Cade mantém aprovação de compra de fatia da BRF (BRFS3) pela Marfrig (MRFG3)

A conselheira que havia pedido a reabertura da análise da operação mudou de posição e desistiu da reavaliação

SEGURADORA EM APUROS

Vítima de ataque cibernético, Porto Seguro (PSSA3) diz ter restabelecido canais após quase uma semana de instabilidade

Corretores ouvidos pela reportagem disseram que, nos últimos dias, os sistemas da seguradora apresentaram problemas

CRYPTO NEWS

Cotação do bitcoin (BTC) bate recorde histórico — o que fazer com a criptomoeda a partir de agora?

Depois de alguns meses sendo um investimento “ruim”, porque teve 50% de queda, o bitcoin volta a ganhar os holofotes do mercado e as manchetes da mídia especializada

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Auxílio Brasil, recorde do bitcoin, balanço da Tesla e produção da Vale: confira as principais notícias do dia

Com a temporada de balanços americana trazendo resultados animadores, o empurrãozinho em direção a um dia de ganhos poderia ter sido maior, mas não tem como negar que a grande pedra no sapato do investidor brasileiro é o novo programa social pretendido pelo governo federal. O saldo final do pregão de hoje foi positivo, mas […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies