Menu
2020-04-20T17:26:17-03:00
Estadão Conteúdo
CRISE NO VAREJO

Alshop quer um plano para reabertura gradual do comércio

Entidade estima prejuízo de R$ 40 bilhões em 20 dias e teme perdas maiores se varejo não voltar antes do Dia das Mães.

20 de abril de 2020
17:16 - atualizado às 17:26
general-shopping
Internacional Shopping Guarulhos, da General Shopping - Imagem: Divulgação/Internacional Shopping

A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) cobra das autoridades um plano para a reabertura gradual do comércio. Em comunicado, a instituição justifica a reivindicação com o número estimado de R$ 20 bilhões de prejuízo em pouco mais de 40 dias de lojas fechadas. "A entidade propõe que as lojas adotem rígidos protocolos de segurança seguindo as recomendações da OMS", complementa a Alshop no comunicado.

"O setor privado já se organizou no sentido de tomar providências para flexibilizar aluguéis e reduzir taxas fixas em um entendimento entre várias entidades, mas sentimos falta de apoio do governo que precisa proteger vidas mas, também a economia, e oferecer contrapartidas ao apoio da sociedade civil", diz Nabil Sahyoun, presidente da instituição.


Sahyoun argumenta ainda que com as lojas fechadas no Dia das Mães a situação dos comércios ficará ainda pior. "Pois as lojas seguirão fechadas na segunda melhor data do ano e isso ameaça os empregos gerados pelo setor", diz.

A instituição propõe ainda medidas para reabertura gradual. Dentre elas, controle de entrada dos clientes com medição de temperatura e higienização das mãos; limitação de quantidade de clientes; e instalação placas de acetato nos caixas das lojas.

A instituição se diz favorável às medidas do governo federal como o auxílio emergencial aos trabalhadores informais, linhas de crédito e medidas de renúncia fiscal. Cobra, no entanto, que governadores e prefeitos também abram mão da arrecadação de impostos ou permitam que a economia volte a gerar receitas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

pandemia

Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h

Resultado ficou atrás apenas do dia 7 de janeiro, quando foram confirmadas 1.524 novos falecimentos

seu dinheiro na sua noite

Tudo caiu – até o forward guidance

Os mercados domésticos ficaram hoje divididos sob a influência de acontecimentos distintos, o que resultou em um comportamento geral incomum: tudo caiu. O Ibovespa perdeu o patamar dos 120 mil pontos e fechou em queda, na contramão das bolsas americanas, animadas pela posse do novo presidente Joe Biden e a nova fornada de estímulos fiscais […]

Análise

Sem o “forward guidance”, Banco Central arranca bola de ferro dos pés

Decisão do BC de abrir mão do compromisso de não mexer com os juros foi acertada, mas a adoção do instrumento mais ajudou ou atrapalhou a economia?

sem "efeito Biden"

Vacinação e risco fiscal derrubam o Ibovespa em dia de festa em NY; dólar também recua

Euforia dos mercados internacionais com o “efeito Biden” foi barrada pelas incertezas domésticas e fez a bolsa brasileira ir na contramão de NY

taxa básica

BC mantém Selic em 2% ao ano, mas retira o ‘forward guidance’

Bolsa pode ter realização de lucros nesta quinta com derrubada de prescrição, diz especialista; decisão de hoje acontece em meio à alta dos preços das commodities e à valorização do dólar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies