Menu
2020-01-28T15:29:15-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
as queridinhas dos jovens

Apple, Amazon e Tesla estão entre as ações preferidas dos millennials; confira ranking

Empresa diz ter analisado 734 mil contas de investimento de americanos com idade média de 31 anos

28 de janeiro de 2020
15:19 - atualizado às 15:29
jovens
Imagem: Shutterstock

As ações das gigantes Apple, Amazon e Tesla estão entre as preferidas dos investidores americanos millennials, segundo um relatório divulgado pela Apex Clearing, empresa especializada em gerenciamento digital de patrimônio.

A Apex Clearing diz ter analisado 734 mil contas de investimento de americanos com idade média de 31 anos - e concluiu, com base nos dados obtidos referentes ao ano de 2019, quais sãos foram as ações mais compradas por essa parcela de investidores. As informações estão no documento "Q4 Millennial 100". Confira a lista:

1. Apple

Segundo o relatório da Apex Clearing, para cada dólar que os millennials investem no mercado de ações americano, 13 centavos é aplicado em ações da Apple - é a maior proporção entre as empresas analisadas.

A Apple registrou, no último balanço disponível, do terceiro trimestre, lucro líquido de US$ 13,7 bilhões - queda de 3,1%. Mas o lucro por ação subiu de US$ 2,94 para US$ 3,03. Em 2019, os papéis da companhia passaram por uma valorização de cerca de 100%.

2. Amazon

A gigante fundada pelo bilionário Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, é o destino de 11 centavos para cada dólar investido na bolsa americana pelos mais jovens.

Os papéis da Amazon - empresa que no ano passado avançou em território brasileiro com o lançamento do serviço Prime - passaram por uma leve valorização nos últimos 12 meses - nada comparado ao desempenho dos papéis da Apple: a alta foi de 10,82%.

3. Tesla

Para cada dólar investido pelos millennials, seis centavos da moeda americana foi aplicado em ações da Tesla em 2019. A montadora tem um desempenho cheio de altos e baixos, com as constantes promessas do fundador Elon Musk - também protagonista de cenas no mínimo controversas.

Em novembro passado, o bilionário apresentou o "Cybertruck", veículo com vidro, em tese, inquebrável - mas que foi aos pedaços após um funcionário da Tesla atirar uma bola de metal contra a janela do motorista, a pedido de Musk.

Apesar do aparente fiasco, quem investiu nas ações da Tesla em janeiro de 2019, viu retornos de 90%. No terceiro trimestre - o balanço mais recente da companhia - o lucro foi acima do esperado pelo mercado, a US$ 1,86 por ação.

4. Facebook

Quatro centavos de dólar para cada US$ 1 investido pelos millennials é feito nas ações do Facebook, companhia que passou por um 2019 sob escrutínio de reguladores nos Estados Unidos e Europa.

Parte da polêmica ocorre por conta do anúncio da Libra, a criptomoeda do Facebook. Os planos da empresa geraram desconfiança das autoridades, que questionam os efeitos que a moeda digital poderia trazer à economia global.

Mas quando visto num período de 12 meses, no mercado acionário, a empresa - embora possa ter reagido negativamente a uma ou outra notícia - não teve perdas. Os ganhos dos papéis são da ordem de 46%.

5. Microsoft

As ações da Microsoft correspondem a 3,7% para cada dólar investido pelos millennials nos EUA.

A companhia passa por um bom momento - em especial pelo desempenho do setor de computação em nuvem. Destaque também, nos últimos balanços, para a divisão de produtividade e processos corporativos.

O resultado do desempenho pode ser visto no mercado acionário: as ações apresentam alta de 54% nos últimos meses. Quem investiu no papel em janeiro de 2019, sendo jovem ou não, se deu bem.

A lista elaborada pela Apex Clearing segue esta sequência, após Microsoft:

  • Berkshire Hathaway
  • Wal Disney Netflix
  • Advanced Micro Devices
  • Alibaba
  • NVIDIA
  • Alphabet (GOOG)
  • Alphabet (GOOGL)
  • AT&T
  • Visa
  • Bank of America
  • Boeing
  • General Electric
  • Shopify Costco
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Pandemia

Brasil registra 11.130 casos de coronavírus e 486 mortes

Foram mais de 800 novos casos confirmados entre sábado e domingo; em 24 horas, outras 54 mortes por causa do coronavírus foram constatadas no país

Crise do coronavírus

Bradesco oferecerá financiamento para pequenas empresas pagarem salários

O Bradesco, primeiro grande banco a anunciar a oferta do crédito emergencial, espera que a medida beneficie até 1 milhão de trabalhadores

Crise do coronavírus

O que os líderes podem fazer em meio à pandemia? Para Bill Gates, há três passos fundamentais

O bilionário Bill Gates listou algumas medidas que julga essenciais para que governos e lideranças políticas possam combater de maneira mais eficaz o surto de coronavírus

Pesquisa Datafolha

59% são contra e 37% a favor da renúncia de Bolsonaro em meio à pandemia

Um levantamento do Datafolha, divulgado neste domingo, 5, mostra que 59% dos brasileiros são contra uma renúncia do presidente Jair Bolsonaro em meio ao combate à pandemia pela covid-19. Outros 37% são a favor, conforme vem sendo pedido por políticos da oposição. Outros 4% não sabem dizer. Para apenas 33% dos entrevistados, a gestão da […]

LIÇÕES PARA O SEU DINHEIRO

Recomendações de leitura para um investidor em quarentena

Três livros para você sobreviver ao isolamento e sair deste furacão como um investidor ainda melhor.

O BC e o coronavírus

Preferimos ter um lado fiscal um pouco pior para que as pessoas possam honrar seus contratos, diz Campos Neto

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, destacou que a instituição se preocupa em dar condições às empresas cumprirem suas obrigações financeiras, evitando um movimento de quebra massiva de contratos

Crise da Covid-19

Brasil ultrapassa marca de 10 mil casos de coronavírus

Em 24 horas, o Brasil notificou mais de mil novos casos de coronavírus e outros 72 casos fatais. A taxa de mortalidade no país está em 4,2%

Em conversa com o setor de varejo

Governo faz o máximo para o dinheiro chegar à ponta final, diz Guedes

O ministro Paulo Guedes, participou de conferência com líderes do setor de varejo neste sábado, detalhando as inciativas do governo na crise do coronavírus

Guerra de preços

Arábia Saudita e Rússia continuam trocando farpas e trazem preocupação ao mercado de petróleo

Arábia Saudita e Rússia voltaram a trocar acusações no âmbito da guerra de preços do petróleo — e já se começa a falar que a reunião emergencial da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) da próxima segunda-feira foi por água abaixo

Impactos

Crise do coronavírus reduz consumo de carne e já paralisa 11 frigoríficos no país

A indústria da carne já começa a sentir os primeiros efeitos da crise do coronavírus, com uma menor demanda por produtos — o que paralisa alguns frigoríficos no país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements