Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-05T18:56:19-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Oferta quente

Ações da Mitre disparam na estreia na bolsa após IPO

Incorporadora atua em em empreendimentos de médio e médio-alto padrão e vai usar dinheiro do IPO em aquisição de terrenos e custos de construção

5 de fevereiro de 2020
12:29 - atualizado às 18:56
Representantes da Mitre durante o toque de campainha na B3
Representantes da Mitre durante o toque de campainha na B3 - Imagem: Cauê Diniz/Divulgação

Depois de captar R$ 1,18 bilhão em uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês), a incorporadora Mitre estreou no pregão da B3 com o pé direito.

As ações da companhia (MTRE3) dispararam no primeiro dia de negociação na bolsa, fechando em forte alta de 7,77%, a R$ 20,80. Leia também nossa cobertura de mercados.

Os papéis foram vendidos no teto da faixa indicativa no IPO, que variava de R$ 14,30 a R$ 19,30, um sinal de que a demanda dos investidores foi boa.

A Mitre Realty atua em todas as regiões da cidade de São Paulo, com foco em empreendimentos de médio e médio-alto padrão.

O dinheiro arrecadado com o IPO será usado na aquisição de terrenos, além do que vai ajudar a arcar com os custos de construção e despesas administrativas da companhia. A oferta foi coordenada pelo BTG Pactual, Bradesco BBI e Itaú BBA.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Crise dos chips

Sem carro zero no mercado, preço de usados sobe até 20% e vendas disparam – carro usado chega a custar mais que um novo

Mercado enfrenta escassez de semicondutores, demanda alta por veículos e prazos longos para a entrega

sem escassez

Fábrica da Tesla em Xangai deve terminar setembro com 300 mil carros produzidos em 2021

Marca será atingida mesmo em meio a uma escassez global de semicondutores, disseram duas fontes da montadora à Reuters

Fim da pandemia

CEO da Pfizer prevê que voltaremos à vida normal dentro de um ano, mesmo com novas variantes do coronavírus

Albert Bourla acredita que vacinação contra a covid-19 se tornarão anuais, para cobrir novas variantes, e que vacinas durarão um ano

ainda não acabou

Controladores da Alliar (AALR3) contratam XP para vender o negócio, diz jornal

Empresa de diagnósticos foi alvo, recentemente, de disputa pelo controle pela Rede D’Or e fundos ligados ao empresário Nelson Tanure

Mais recursos

Democratas aprovam pacote de US$ 3,5 tri no Comitê de Orçamento da Câmara dos EUA

Recursos serão destinados à rede de segurança social e programas relacionados a mudanças climáticas. Obtenção de quase unanimidade para aprovação no Congresso é desafio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies