Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-11T13:44:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
criando EXPECTATIVAS

Ações da Eletrobras registram maiores altas do Ibovespa após fala sobre privatização

Líder do governo no Congresso disse que assunto entrará obrigatoriamente na pauta do primeiro semestre

11 de dezembro de 2020
13:44
Eletrobras
Imagem: Shutterstock

As ações da Eletrobras registram as maiores altas no Ibovespa nesta sexta-feira (11), impulsionadas por uma declaração do líder do governo no Congresso, o senador Eduardo Gomes (MDB-TO), de que a privatização da companhia será colocada em pauta no primeiro semestre.

Por volta das 13h44, as ações ordinárias (ELET3) subiam 4,72%, a R$ 38,35, enquanto as preferenciais classe B (ELET6) avançavam 3,93%, a R$ 38,34. Acompanhe a cobertura de mercados do Seu Dinheiro.

Durante evento promovido pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), o senador defendeu que a desestatização da Eletrobras será um dos temas prioritários do Congresso em 2021 e há perspectivas concretas para a votação.

"Esse assunto entrará obrigatoriamente na pauta do primeiro semestre, sem dúvida", afirmou.

Ele defendeu que o otimismo com o tema vem na esteira de diversos outros projetos avançando no Congresso e do interesse do mercado na infraestrutura do Brasil.

"Tenho certeza que a partir de fevereiro esse assunto (desestatização da Eletrobras), diante dos vários leilões de ferrovias e rodovias, parcerias em saneamento, tudo isso faz com que a pauta Eletrobras não seja uma ilha", disse.

O senador observou ainda que o Congresso precisa criar um ambiente para o tema Eletrobras que tenha um conteúdo político e menos ideológico. "O projeto tem de ser visto como investimento no setor elétrico", afirmou, relembrando a crise energética no Amapá.

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies