Menu
2020-04-23T14:03:38-03:00
Estadão Conteúdo
determinação da anvisa

4 navios de apoio offshore têm operações suspensas na Baía de Guanabara

Paralisação aconteceu após ao menos 30 casos confirmados de coronavírus; navios prestam serviço na região do pré-sal na bacia de Santos

23 de abril de 2020
14:02 - atualizado às 14:03
Petrobras
Imagem: Tania Regô/Agência Brasil

A Anvisa informou que quatro navios que prestam serviços offshore estão com as operações suspensas na Baía da Guanabara, no Rio de Janeiro, após pelo menos 30 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus (covid-19).

Os navios prestam serviço na região do pré-sal na bacia de Campos. Segundo a Petrobras, quem está respondendo pela suspensão das operações de um dos navios, o Seven Sun, é a Subsea, que afreta a embarcação.

"A Anvisa determinou que estas embarcações não podem operar. O objetivo é prevenir a disseminação do covid-19 entre seus tripulantes que normalmente cumprem jornadas de longa duração em alto mar", informou a Anvisa em nota.

O tempo de impedimento para cada navio poderá variar de acordo com a data do último caso a bordo em cada navio e também com a estratégia de substituição da tripulação para cada empresa.

A Anvisa disse ainda que foi determinado que a tripulação a bordo cumpra as medidas de isolamento, o que pode ser feito no próprio navio, em domicílio ou em hotéis pagos pelas empresas responsáveis pelos navios.

Estão parados na baía da Guanabara o Seven Sun, com três casos confirmados de coronavírus em isolamento em hotel; o Fulmar, com oito casos positivos e também isolados em hotéis; o Navegantes Pride, com 14 casos com isolamento em hotel e o Skandi Peregrino, com cinco casos isolados dentro do navio.

No caso do Seven Sun, de acordo com o presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores do Transporte Aquaviários e Afins (FNTTAA), Ricardo Ponzi, a tripulação é composta por 90 pessoas.

"Não é o primeiro nem vai ser o último. Se tiver um colapso nessa atividade vai parar a produção de petróleo", alertou Ponzi ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. "Noventa por cento do petróleo vem do mar, só queremos que eles retornem em segurança para o alto mar", completou.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Turbulência

Latam reduz prejuízo em 79% e anota perda de US$ 430,8 milhões no 1º trimestre

A receita operacional total da aérea foi de US$ 913,1 milhões no primeiro trimestre, queda de 61,2% sobre o mesmo período de 2020

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies