Menu
2020-05-13T18:07:44-03:00
Auxílio emergencial

TCU determina ressarcimento do auxílio pago irregularmente a 73.242 militares

Liminar concedida por ministro Bruno Dantas do TCU determinou que, caso os ressarcimentos não tenham ocorrido até a data de fechamento da folha de pagamento do mês de maio, seja feito o desconto do mesmo valor no salário do militar que recebeu irregularmente o benefício

13 de maio de 2020
18:07
TCU, tribunal de contas da união
Imagem: Reprodução

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou o ressarcimento aos cofres públicos do auxílio emergencial de R$ 600,00 pago irregularmente pelo Ministério da Cidadania a militares integrantes da folha de pagamento do Ministério da Defesa.

Liminar concedida nesta quarta-feira, 13, pelo ministro Bruno Dantas do TCU determinou que, caso os ressarcimentos não tenham ocorrido até a data de fechamento da folha de pagamento do mês de maio, seja feito o desconto do mesmo valor no salário do militar que recebeu irregularmente o benefício. O ressarcimento terá que ser feito via Guia de Recolhimento da União (GRU).

Como mostrou ontem o Estadão, um total de 73.242 militares receberam o auxílio emergencial de R$ 600, destinado a trabalhadores informais e desempregados durante a pandemia do novo coronavírus. A informação foi dada pelos próprios ministérios da Cidadania e da Defesa. Em nota, as pastas afirmaram que os comandos das Forças Armadas apuram "possíveis irregularidades" no processo.

O Ministério da Defesa terá prazo de 15 dias para informar ao TCU as medidas tomadas para apurar eventuais faltas funcionais dos militares que solicitaram deliberadamente o auxílio. No mesmo prazo, o Ministério da Cidadania terá que encaminhar a lista identificada de militares ativos, inativos e pensionistas que fizeram o ressarcimento e os que não devolveram o valor recebido indevidamente. Também terá que identificar a existência servidores civis federais, estaduais e municipais entre os beneficiários do auxílio emergencial.

Devolução

Como medida preventiva, o TCU determinou que os ministérios da Cidadania e da Economia em conjunto implementem mecanismo simplificado de ressarcimento de valores envolvidos em pagamentos indevidos do auxílio emergencial.

A liminar determina ainda que governo terá que abrir a documentação com regras de cruzamento de dados adotadas e cessar a admissão de novos casos de militares ativos, inativos e pensionista como aptos a receberem o auxílio, além de cancelar os cadastros admitidos para evitar a continuidade de pagamentos ilegais.

O pedido de auditoria foi feito pela equipe de fiscalização do TCU. No despacho, Dantas afirma que não há hipótese legal, "nem pela mais forçosa interpretação da lei" para um militar ativo, inativo ou pensionista ser titular do auxílio emergencial. Segundo ele, os recursos utilizados devem ser realocados com urgência para beneficiários que cumprem os requisitos da lei.

O presidente Jair Bolsonaro chamou de "garotada" o grupo de militares que recebeu de forma irregular o auxílio emergencial do governo. O presidente disse que os casos estão sendo identificados e que, além de devolver o dinheiro, serão punidos. Perguntado se pediria para a Caixa, o Dataprev e o Ministério da Cidadania investigarem a concessão do auxílio para os militares, o presidente pediu que não rotulasse esse grupo como "militares".

"Não fala militares não, tá? É o praça prestador do serviço militar inicial. Mais ou menos 2%, 3% da garotada presta o serviço militar obrigatório e são pessoas oriundas das classes mais humildes da população, são os mais pobres", disse na saída do Palácio da Alvorada.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Balanço da covid no país

Brasil supera Itália em número de mortes por coronavírus e chega a 33.884

O Brasil registrou 33.884 mortes provocadas pelo coronavírus até agora. Há 612.862 casos confirmados da doença em todo o país

coronavírus na energia

Copasa prorroga pagamento de contas devido à pandemia

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou que prorrogou os prazos das medidas de auxílio aos clientes, a fim de minimizar os impactos à população devido à pandemia do novo coronavírus

seu dinheiro na sua noite

Licença para gastar

Na crise financeira de 2008, as autoridades dos países desenvolvidos se encontraram diante de um dilema: era certo usar dinheiro público para salvar os bancos que estavam à beira da falência? Se por um lado eles foram os grandes culpados pelo próprio destino, por outro os efeitos colaterais de uma quebradeira no sistema financeiro afetariam […]

Recorde histórico

Em meio à pandemia, poupança tem captação líquida recorde de R$ 37,201 bilhões em maio

Este é o maior volume de depósitos líquidos em um único mês em toda a série histórica do BC, iniciada em janeiro de 1995

Bolsa imparável

Ibovespa sobe pelo quinto dia, desafiando até mesmo o tom mais cauteloso no exterior

O Ibovespa contrariou a tendência global e fechou em alta, aproximando-se do patamar dos 94 mil pontos. O tom mais cauteloso visto lá fora só foi sentido no mercado de câmbio, com o dólar à vista subindo e voltando a R$ 5,13

MP 936

Maia avalia que desoneração de folha evita mais desemprego na crise

Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a prorrogação da desoneração da folha de pagamento até o fim de 2021, como proposto no texto da medida provisória 936 aprovada pela Câmara, vai evitar um impacto de R$ 10 bilhões nos custos de mão de obra de 17 setores

Efeito covid

Busca por passagem aérea no Brasil atinge mínima histórica no Google

Diante de pandemia que deixou aéreas sem operação e impôs isolamento, as buscas por passagem aérea no Brasil atingiram o menor nível histórico no Google

Marink Martins: In GOLD we trust

Marink Martins vai apresentar o que se passa na mente dos principais investidores internacionais, condensando a avaliação de quem já esteve a frente da tesouraria de grandes bancos nos EUA e no Brasil.     Sem opções rentáveis na renda fixa, todos querem alternativas seguras. Agora, Marink Martins compartilha exclusivamente com você qual poderá ser a […]

Bruno Bianco

Meta é incluir informais no mercado formal no pós-pandemia, diz secretário

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou que o governo federal estuda como incluir no mercado formal a população de trabalhadores informais que precisou recorrer ao governo federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600

Pré-sal

Com vinda de navios-tanque, Petrobras eleva capacidade de escoamento do pré-sal

A Petrobras recebe na próxima semana a primeira de quatro embarcações previstas para este ano para escoar a produção das plataformas do pré-sal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements