Menu
2020-03-26T11:16:05-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Economia impactada

Pedidos de seguro-desemprego nos EUA saltam ao maior nível da história com a crise do coronavírus

Em meio ao surto de coronavírus, o número de pedidos de seguro-desemprego nos EUA ultrapassou a marca de 3 milhões na semana, marcando um novo recorde histórico

26 de março de 2020
11:16
Economia EUA
Imagem: Shutterstock

O surto global de coronavírus já causa os primeiros estragos na economia dos EUA. Há pouco, o Departamento de Trabalho do país reportou uma disparada no número de cidadãos que deram entrada nos pedidos de seguro-desemprego — um indício de que os impactos da pandemia serão intensos por lá.

Na semana encerrada em 21 de março, foram registrados 3,28 milhões de novas solicitações de auxílio-desemprego — um aumento de mais de 3 milhões em relação à semana anterior, quando apenas 282 mil pedidos foram feitos.

O resultado divulgado hoje representa o maior nível já registrado na série histórica do departamento — o recorde anterior era de 695 mil, marcado em outubro de 1982. O dado superou a média das projeções dos analistas consultados pela Business Insider, que apontava para cerca de 2,7 milhões de pedidos de seguro-desemprego na semana.

A forte elevação ocorre em paralelo à disseminação do coronavírus pelo território americano. Segundo dados compilados pela universidade John Hopkins, já são quase 70 mil casos da doença e mais de 600 mortes no país — a região de Nova York é a mais crítica nos EUA, com 280 óbitos.

Evolução dos pedidos de seguro-desemprego nos EUA. a linha pontilhada mostra o resultado da semana encerrada em 21 de março (Fonte: Departamento de Trabalho dos EUA)

Com o surto da doença, autoridades do mundo todo têm incentivado o isolamento social e o fechamento dos comércios não-essenciais para tentar conter o avanço do vírus — uma situação que pressiona especialmente os pequenos e médios negócios, que costumam ter uma situação de caixa mais apertada e, consequentemente, não conseguem suportar um período prolongado sem atividades.

Mas, por mais que os dados sejam alarmantes, as bolsas americanas continuam operando em alta nesta quinta-feira (26). Por volta de 11h05, o Dow Jones avançava 3,09%, o S&P 500 subia 3,09% e o Nasdaq tinha ganhos de 2,66%.

O mercado financeiro continua apostando suas fichas em mais medidas de estímulo e injeção de liquidez na economia, de modo a dar sustentação à atividade durante a crise. Um pacote de US$ 2 trilhões já foi aprovado pelo Senado americano — e, a partir dos números preocupantes do mercado de trabalho, há quem aposte que novas rodadas de auxílio serão disparadas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

fique de olho

Telefônica Brasil paga R$ 630 milhões em juros sobre capital próprio

Valor tem retenção de imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, resultando no montante líquido de R$ 535,5 milhões, com base no balanço patrimonial de 31 de maio de 2021

seu dinheiro na sua noite

A escalada dos juros e o impacto nos seus investimentos

Os horizontes do atual ciclo de escalada dos juros no Brasil já começam a ficar mais claros, assim como os contornos da política monetária americana.  Hoje os investidores trataram de se ajustar aos sinais enviados pelos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos na “Super Quarta” de ontem. O mercado de juros rumou para […]

ampliando o portfólio

JBS conclui a aquisição de empresa de produtos à base de plantas Vivera na Europa

Transação inclui três unidades produtivas e um centro de pesquisa e desenvolvimento localizados na Holanda.

atenção, acionista

Vale anuncia pagamento de dividendos; confira os valores

Segundo a mineradora, será considerada a posição acionária de 23 de junho de 2021; empresa passa por bom momento

retomada

Produção de aço cresce 20,3% de janeiro a maio

De janeiro a maio, as vendas internas foram de 10 milhões de toneladas, o que representa uma alta de 46,4% quando comparada com o apurado em igual período do ano anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies