Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-05-20T15:39:15-03:00
Estadão Conteúdo
Fluxo cambial

Saída de dólar supera entrada em US$ 10,394 bilhões no ano até 15 de maio, diz BC

O fluxo cambial do ano até 15 de maio ficou negativo em US$ 10,394 bilhões, informou nesta quarta-feira, 20, o Banco Central. Em igual período do ano passado, o resultado era positivo em US$ 5,706 bilhões

20 de maio de 2020
15:39
Banco Central do Brasil
Banco Central do Brasil - Imagem: Shutterstock

O fluxo cambial do ano até 15 de maio ficou negativo em US$ 10,394 bilhões, informou nesta quarta-feira, 20, o Banco Central. Em igual período do ano passado, o resultado era positivo em US$ 5,706 bilhões. Os dados refletem, em grande parte, os efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre o fluxo de moeda estrangeira.

A saída pelo canal financeiro neste ano até 15 de maio foi de US$ 33,356 bilhões. O resultado é fruto de aportes no valor de US$ 203,967 bilhões e de envios no total de US$ 237,323 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo anual acumulado até 15 de maio ficou positivo em US$ 22,962 bilhões, com importações de US$ 55,956 bilhões e exportações de US$ 78,918 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 13,301 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 28,023 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 37,593 bilhões em outras entradas.

Maio

Depois de encerrar abril com saídas líquidas de US$ 1,378 bilhão, o País registrou fluxo cambial positivo de US$ 2,337 bilhões em maio até o dia 15, informou o Banco Central.

O canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 837 milhões no período. Isso é resultado de aportes no valor de US$ 18,339 bilhões e de retiradas no total de US$ 19,176 bilhões.

No comércio exterior, o saldo de maio até o dia 15 é positivo em US$ 3,173 bilhões, com importações de US$ 4,693 bilhões e exportações de US$ 7,867 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 969 milhões em ACC, US$ 3,499 bilhões em PA e US$ 3,398 bilhões em outras entradas.

Semana

Em meio aos efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre a economia, o fluxo cambial registrado na semana passada (de 11 a 15 de maio) para o Brasil ficou positivo em US$ 1,898 bilhão, informou o Banco Central.

O canal financeiro apresentou saída líquida de US$ 46 milhões na semana, resultado de aportes no valor de US$ 9,805 bilhões e de envios no total de US$ 9,850 bilhões.

No comércio exterior, o saldo na semana passada ficou positivo em US$ 1,943 bilhão, com importações de US$ 2,567 bilhões e exportações de US$ 4,510 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 504 milhões em ACC, US$ 2,183 bilhões em PA e US$ 1,823 bilhão em outras entradas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Mais do mesmo

Sem surpresas, Fed mantem taxa de juros e discurso inalterados, mas declarações de Powell animam o Ibovespa

Os investidores estavam em busca mudanças no discurso sobre os estímulos à economia norte-americana

varejo alimentar

Assaí e Carrefour têm forte crescimento em vendas, mas ações caem 2%

Baixa acontece em um momento em que o Assaí acumula ganhos de 22% na B3 desde o processo de cisão com o GPA; Carrefour teve queda no lucro e margens pressionadas

De volta ao normal?

Doria planeja acabar restrições de horários e ocupação em 17 de agosto; veja regras da nova fase de transição

As medidas de restrição deverão ser afrouxadas já a partir do próximo domingo (1) em todo o Estado

Casa própria em alta

Caixa bate recorde histórico com crédito imobiliário no primeiro semestre do ano

De acordo com o banco, foram R$ 65,4 bilhões em concessões, um crescimento de 36% na comparação com o mesmo período de 2020

Programa social

Reajuste do novo Bolsa Família pode ultrapassar os 50%, diz ministro da Cidadania

A ideia do governo é lançar, em novembro, um programa de transferência de renda que reúna ações e programas já existentes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies