Menu
2020-04-06T14:29:25-03:00
Estadão Conteúdo
efeito coronavírus

PIB do Brasil deve cair 2% em 2020, diz Fitch; América Latina deve encolher 2,6%

Projeção de queda para o PIB da América Latina é maior do que a observada durante a crise financeira global de 2008/2009

6 de abril de 2020
14:29
Ibovespa mercados queda
Imagem: Shutterstock

A agência de classificação de risco Fitch avalia que a pandemia de coronavírus, associada a condições mais restritas de financiamento externo e à baixa nos preços dos ativos financeiros domésticos enfraquecerão substancialmente o crescimento econômico na América Latina este ano. A expectativa é que o Produto Interno Bruto (PIB) da região, sem considerar Venezuela, caia 2,6% em 2020, com o Brasil encolhendo 2%, o México sofrendo contração de 4% e a Argentina minguando 4,5%.

A projeção de queda para o PIB da América Latina, destaca a Fitch em relatório, é maior do que a observada durante a crise financeira global de 2008/2009.

"Nossas previsões para a região e suas maiores economias refletem a velocidade com a qual a pandemia de coronavírus e as ações tomadas para controlá-la se espalharam, e o impacto resultante no crescimento global e na atividade econômica doméstica, juntamente com os preços mais baixos das commodities", pontua o relatório.

A Fitch também prevê contrações nas economias de Chile, Colômbia e Peru, devido em parte á queda nos preços do petróleo e do cobre.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Seu Dinheiro na sua noite

O grande respiro do câmbio e mais…

“Ih, vai ser uma semana daquelas”, pensei eu na segunda-feira, ao olhar a agenda de eventos previstos para os dias seguintes. Teríamos decisão do Copom e relatório de empregos nos EUA — e isso sem contar os inúmeros balanços corporativos. Em semanas assim, eu gosto de traçar alguns cenários na minha cabeça: se o BC […]

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Mudou de ideia?

Elon Musk passa a recomendar cautela com o dogecoin às vésperas de sua participação no SNL

O bilionário, que já fez a moeda-meme disparar 60% com apenas um tweet, exibiu um alerta para as limitações do mercado de criptoativos

pandemia

Estudo aponta relação entre negacionismo de Bolsonaro e evolução da pandemia no Brasil

Segundo o levantamento, em cidades onde o presidente obteve mais de 50% dos votos no segundo turno das eleições de 2018, número de mortes foi 415% maior do que nos municípios onde ele perdeu o pleito

Insistência incomoda

Ex-presidente do BC Affonso Pastore acredita que ajuste parcial da Selic é insustentável

O economista defende o reconhecimento explícito de que a instituição perseguirá o ajuste integral da taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies