Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-26T18:48:51-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Contra a crise

Petrobras adia pagamento de R$ 1,7 bi em dividendos e anuncia medidas para preservação do caixa durante crise

A petroleira espera equilibrar o seu fluxo de caixa para 2020, impactado pela redução abrupta dos preços e da demanda por petróleo e pela pandemia causada oelo novo coronavírus.

26 de março de 2020
10:02 - atualizado às 18:48
Petrobras
Imagem: shutterstock

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (26) que adiou o pagamento de dividendos aos acionistas referente ao exercício de 2019, que seria feito em 20 de maio para o dia 15 de dezembro.

A medida foi aprovada nesta quarta-feira (25) em reunião do Conselho de Administração da companhia. Segundo a companhia, a postergação do pagamento é uma das medidas adotadas para preservar o caixa da empresa em função da pandemia do COVID-19 e do choque de preços do petróleo

O pagamento da remuneração estava sujeita à deliberação da Assembleia Geral Ordinária (AGO), que também foi adiada e agora acontecerá no dia 27 de abril.

O pagamento segue as mesmas diretrizes já anunciadas. O montante total a ser pago será de R$ 1,7 bilhão para as ações ordinárias, sendo R$ 0,233649 por ação, e R$ 2,5 milhões para as ações preferenciais, sendo RF$ 0,000449 por ação). Os valores foram calculados com base no resultado anual de 2019.

As ações passarão a ser negociadas ex-direitos na B3 e na NYSE a partir de 28/04/2020, após a realização da AGO.

Preservação do caixa

A estatal também anunciou uma série de medidas para a redução do desembolso e preservação do caixa em um cenário de incertezas. Vale lembrar que além da pandemia, a petroleira também sofre com a redução abrupta dos preços e da demanda por petróleo.

Com as medidas anunciadas, a companhia espera equilibrar o seu fluxo de caixa para 2020.

Confira as medidas anunciadas:

  • Desembolso das linhas de crédito compromissadas (Revolving Credit Lines), no montante de cerca de US$ 8 bilhões, que devem entrar no caixa essa semana.
  • Desembolso de duas novas linhas que somam R$ 3,5 bilhões.
  • Redução e postergação de gastos com recursos humanos, no valor total de R$ 2,4 bilhões: adiamento do pagamento do Programa de Prêmio por Performance 2019, do pagamento de horas-extras, do recolhimento de FGTS e do pagamento de gratificação de férias.
  • Também serão postergados os pagamentos de 30% da remuneração mensal total do Presidente, Diretores, Gerentes Executivos e Gerentes Gerais;
  • Processos de avanço de nível e promoção para os empregados e avanço de nível de funções gratificadas de 2020 estão cancelados;
  • Redução de 50% no número de empregados em sobreaviso parcial nos próximos três meses e suspensão temporária de todos os treinamentos;
  • Otimizações do capital de giro;
  • Redução dos investimentos programados para 2020 de US$ 12 bilhões para US$ 8,5 bilhões;
  • Aceleração da redução dos gastos operacionais, com uma diminuição adicional de US$ 2 bilhões
  • Redução de gastos com intervenções em poços e otimização da logística de produção e postergação de novas contratações relevantes pelo prazo de 90 dias

Para lidar com a queda da demanda por derivados - especialmente diesel, gasolina e QAV-, a Petrobras também irá reduzir em um total de 100 bpd a sua produção de óleo até o final de março. A iniciativa busca burlar a sobreoferta no mercado externo e a redução da demanda mundial.

Combate ao coronavírus

A Petrobras também informou ao mercado as medidas que vem sendo tomadas para conter os impactos do coronavírus na companhia.

Segundo o comunicado, a empresa vem adotando uma série de ações para preservar a saúde de seus colaboradores e apoiar na prevenção do coronavírus em suas áreas operacionais e administrativas da empresa - todas elas de acordo com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

A petroleira também doou 600 mil testes para diagnóstico da doença ao Sistema Único de Saúde (SUS) e que devem chegar ao país em abril.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

parecer do relator da reforma

Dividendos recebidos por fundos de investimento; veja novas mudanças em 4 pontos

Relator da reforma do Imposto de Renda inseriu em seu parecer a previsão de que os lucros e dividendos recebidos por fundos de investimento serão tributados em 5,88%

seu dinheiro na sua noite

Com alta da Petrobras, Ibovespa fecha terça no azul; veja os destaques

Dia teve tanto o Ibovespa quanto o dólar em uma verdadeira montanha-russa, mas altas de Vale e Petrobras garantiram fechamento no azul

FECHAMENTO DO DIA

Vale puxa o Ibovespa e garante alta do dia, mas dólar avança com temores fiscais na véspera do Copom

Em Nova York, a volatilidade foi mais comedida. No Brasil, o conturbado cenário interno trouxe dor de cabeça e tensão para o Ibovespa e o câmbio

Chama o Max!

Como ter renda extra através de ações? Max Bohm explica os diferentes tipos de proventos!

Já pensou viver de renda? É o sonho de muitos brasileiros. Max Bohm, analista da Empiricus, explica quais são os diferentes tipos de proventos recebidos por um acionista. Confira agora!

Com preço no piso da faixa indicativa, Raízen movimenta R$ 6,9 bilhões no IPO; veja o que vem a seguir para esta ação

Ação da produtora de açúcar e álcool e dona dos postos Shell é precificada a R$ 7,40 e começará a ser negociada no próximo dia 5

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies