Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-05-18T18:42:00-03:00
Estadão Conteúdo
Ex-secretário de Lula

País está tomando medidas desencontradas que podem piorar crise, diz Lisboa

O Brasil está tomando medidas desencontradas que podem piorar ainda mais a crise, disse nesta segunda-feira, 18, o ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda do governo Lula e atual presidente do Insper, Marcos Lisboa

18 de maio de 2020
18:41 - atualizado às 18:42
Marcos Lisboa
Marcos Lisboa, presidente do Insper. - Imagem: HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO CONTEÚDO/AE

O Brasil está tomando medidas desencontradas que podem piorar ainda mais a crise, disse nesta segunda-feira, 18, o ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda do governo Lula e atual presidente do Insper, Marcos Lisboa, durante uma transmissão ao vivo organizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

O auxílio emergencial, por exemplo, que confere R$ 600,00 a trabalhadores autônomos que perderam a renda nesta crise de saúde que exigiu o isolamento social da população, segundo Lisboa, uma destas medidas desencontradas.

Para ele, que foi também diretor-executivo do Itaú Unibanco, o governo cometeu desvios na concessão do benefício por ter perdido o foco. "Já são quase 80 milhões de beneficiados", diz ele, acrescentando que nem se sabe direito quem realmente precisa do dinheiro.

"Estamos tomando medidas como as que foram tomadas no governo Dilma", criticou Lisboa.

No tocante às medidas de crédito, o economista ressalta que faltaram um desenho correto e um estudo sobre inadimplência. Para ele, isso pode se tornar num desastre porque os bancos não emprestam dinheiro próprio, mas dos depositantes.

E o problema, de acordo com o presidente do Insper, não é de liquidez e sim de solvência. Ou seja, muitas empresas não conseguem ter acesso a empréstimos não é por falta de recursos no sistema, mas porque os candidatos a tomadores de empréstimos não têm condições cadastrais para obter o dinheiro.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Mais do mesmo

Sem surpresas, Fed mantem taxa de juros e discurso inalterados, mas declarações de Powell animam o Ibovespa

Os investidores estavam em busca mudanças no discurso sobre os estímulos à economia norte-americana

varejo alimentar

Assaí e Carrefour têm forte crescimento em vendas, mas ações caem 2%

Baixa acontece em um momento em que o Assaí acumula ganhos de 22% na B3 desde o processo de cisão com o GPA; Carrefour teve queda no lucro e margens pressionadas

De volta ao normal?

Doria planeja acabar restrições de horários e ocupação em 17 de agosto; veja regras da nova fase de transição

As medidas de restrição deverão ser afrouxadas já a partir do próximo domingo (1) em todo o Estado

Casa própria em alta

Caixa bate recorde histórico com crédito imobiliário no primeiro semestre do ano

De acordo com o banco, foram R$ 65,4 bilhões em concessões, um crescimento de 36% na comparação com o mesmo período de 2020

Programa social

Reajuste do novo Bolsa Família pode ultrapassar os 50%, diz ministro da Cidadania

A ideia do governo é lançar, em novembro, um programa de transferência de renda que reúna ações e programas já existentes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies