Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-11T15:02:53-03:00
Estadão Conteúdo
de olho nas projeções

Opep volta a diminuir projeção para PIB global com coronavírus, agora para 2,4%

Há um mês, a entidade havia feito um leve ajuste em sua estimativa para este ano, de 3,1% para 3,00%

11 de março de 2020
15:02
China
Imagem: Shutterstock

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) diminuiu mais uma vez sua projeção para o crescimento global do Produto Interno Bruto (PIB) de 2020. Há um mês, a entidade havia feito um leve ajuste em sua estimativa para este ano, de 3,1% para 3,00%. Agora, cortou a taxa para 2,4%.

"Após um crescimento econômico consideravelmente mais fraco no Japão, na zona do euro e na Índia no segundo semestre de 2019, os desenvolvimentos relacionados ao covid-19 exigiram uma revisão descendente da previsão de crescimento do PIB para 2020", argumentou a entidade que tem sede em Viena por meio de seu relatório mensal divulgado nesta quarta-feira.

A expectativa para o crescimento do PIB dos Estados Unidos, por exemplo, foi revisado para 1,6% em 2020 devido a uma desaceleração antecipada do consumo em meio a incertezas crescentes, desencadeada pela queda dos mercados de ativos. Para a zona do euro, a diminuição da projeção da expansão foi para 0,6% em 2020, principalmente por causa da expectativa de redução de exportações, desaceleração do consumo em algumas economias e o "desenvolvimento drástico" observado na Itália - o país mais afetado até o momento pelo vírus fora da China.

A previsão para o PIB do Japão em 2020 foi revisada para uma queda de 0,2%. A Opep citou que, além de um crescimento muito inferior ao estimado no quarto trimestre do ano passado, a combinação com os efeitos relacionados ao covid-19, também levou à alteração.

Após um crescimento de 6,1% em 2019, a previsão de crescimento econômico para 2020 na China foi alterada da mesma forma, considerando os impactos do vírus sobre a economia, só que para 5,0%.

Brasil

A deterioração do ambiente externo foi um fator que igualmente levou a Organização a diminuir sua projeção para a expansão da economia indiana, que este ano deve crescer 5,2%, ainda influenciada negativamente por questões internas. O crescimento do Brasil foi revisado para 1,6% em 2020, impactado pela desaceleração do comércio externo", mencionou a entidade.

Para a Rússia, a previsão de expansão foi mudada para 0,8% em 2020, impactada pelo declínio nos mercados de exportação de commodities. "Outros riscos negativos para a economia mundial permanecem, dada a incerteza em relação à magnitude dos impactos relacionados ao covid-19."

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Petrobras privatizada vira possibilidade, Itaú revisa projeções para o Brasil e outros destaques

A proximidade do ano eleitoral não aprofunda apenas as discussões sobre o aumento de gastos do governo com medidas assistencialistas, como o Auxílio Brasil e o auxílio aos caminhoneiros, confirmados na semana passada após uma manobra no teto de gastos. Com outubro engatando a reta final, restam poucas folhas no calendário de 2021 e oportunidades […]

privatização no radar

Petrobras (PETR4) pede que governo explique estudo para venda de ações; papéis dispararam mais de 6% com rumores sobre privatização

Mais cedo, Bolsonaro reafirmou que a privatização “entrou no radar” do governo, mas destacou que o processo é uma “complicação enorme” e não deve sair tão cedo

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras na mira da privatização ajuda Ibovespa a recuperar parte das perdas recentes e bolsa sobe 2%; dólar cai a R$ 5,56

Os investidores começam a semana ainda digerindo a confirmação do rompimento do teto de gastos, mas como a situação deixou de ser especulativa, abriu espaço para uma recuperação puxada pela Petrobras

FINANCIAL PAPERS

Polêmica com vazamentos não afeta balanço do Facebook (FBOK34) e ações avançam em NY

Mais cedo, o noticiário sobre a empresa era dominado por notícias menos favoráveis com a divulgação dos “The Facebook Papers”

Vídeo

All time high do Bitcoin: como fica o mercado de criptos com a principal moeda em alta?

Analista de criptomercado comenta sobre a situação atual desse cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies