Menu
2020-03-10T12:27:05-03:00
Estadão Conteúdo
Trump exige corte

Nosso patético Fed deve baixar juros aos níveis de países concorrentes, diz Trump

Trump voltou hoje ao Twitter para reclamar da postura do banco central americano, pedindo uma postura mais agressiva da instituição

10 de março de 2020
12:27
Donald Trump
Imagem: Shutterstock

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou hoje a usar sua conta no Twitter para reclamar da postura do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), pedindo novamente uma postura mais agressiva da instituição para relaxar a política monetária e apoiar a economia.

"Nosso patético, lento para agir Federal Reserve, comandado por Jay Powell, que elevou os juros muito rápido e os reduziu muito tarde, deveria cortar nossa taxa para os níveis das nações concorrentes", afirmou Trump.

O presidente disse que os "países concorrentes" têm até 2 pontos porcentuais de vantagem, em relação aos EUA, "mesmo com ajuda maior do câmbio", além de estarem lançando estímulos. "O Federal Reserve deve ser um líder, não um seguidor atrasado, que é o que tem sido", reclamou.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

sob pressão

Inflação e redução do auxílio emergencial já derrubam vendas nos supermercados

Em outubro, a prévia da inflação, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor-15 (IPCA-15) atingiu 0,94%. O resultado é mais que o dobro da inflação registrada em setembro e a maior alta para o mês em 25 anos

efeito pandemia

Setor público tem déficit primário de R$ 64,559 bi em setembro, diz BC

Em função da pandemia, cujos efeitos econômicos se intensificaram em março, o governo federal e os governos regionais passaram a enfrentar um cenário de forte retração das receitas e aumento dos gastos públicos.

AINDA RUIM

Taxa de desemprego atinge 14,4% no trimestre até agosto, a maior desde 2012

País registrou 13,794 milhões de desempregados no período, aumento de 8,5%

VAREJO COMPETITIVO

Fast Shop aposta em conceito ‘luxo’ contra gigantes

Segundo presidente da empresa, expansão em 2020 deve ser de 15% a 20%, elevando a receita do negócio para próximo (ou além) de R$ 5 bilhões

Exile on Wall Street

Tempos modernos, vícios antigos

A indústria ainda tem muito a evoluir no sentido de democratizar produtos eficientes e boas práticas que permitam ao investidor comum internacionalizar sua carteira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies