Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-15T17:13:02-03:00
Estadão Conteúdo
Recuperação gradual

Não sabemos como vírus progredirá, mas retomada econômica deve ser lenta, diz Fed

Presidente do Federal Reserve de Minneapolis, Neel Kashkari exemplificou com uma sala de cinema, questionando se seria seguro reabri-las agora, com a doença ainda não controlada

15 de abril de 2020
17:13
Fed banco central americano
Sede do Federal Reserve (Fed) - Imagem: Federal Reserve

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) de Minneapolis, Neel Kashkari, afirmou nesta quarta-feira, 15, que uma questão importante neste momento é a incerteza sobre como o coronavírus progredirá. Nesse contexto, ele previu que a retomada da economia deve ser lenta, quase setor por setor. Kashkari exemplificou com uma sala de cinema, questionando se seria seguro reabri-las agora, com a doença ainda não controlada. Como uma vacina ou medicamentos que resolvam a situação ainda parecem relativamente distantes, segundo especialistas, é preciso elaborar uma estratégia para lidar com o quadro atual, argumentou o dirigente, durante entrevista à rádio americana Minnesota Public Radio (MPR).

Segundo ele, de qualquer modo é positivo que o Congresso americano esteja discutindo mais ajuda à economia do que a já aprovada. O dirigente lembrou de seu trabalho na crise financeira de 2008-2009 e avaliou que, na ocasião, as autoridades foram bastante cuidadosas para evitar dar dinheiro a quem não merecesse, mas a demora resultante acabou por acentuar a crise. "Nessa crise, devemos ser generosos e gastar o máximo possível e ela será menor", afirmou ele, atualmente com direito a voto nas decisões de política monetária.

Kashkari comentou sobre os riscos no panorama, dizendo por exemplo que, se houver uma piora prolongada da economia, milhares de pequenas empresas podem quebrar. O Congresso, porém, tem estado atendo a essa situação e apoiado empréstimos, que podem ser perdoados se as pequenas empresas mantiverem seus funcionários, lembrou. "Nunca estivemos numa situação como essa, por isso tanta incerteza", disse. "Nós não sabemos quanto tempo isso durará, sei que é frustrante", admitiu, sem citar prazos para a normalização do quadro.

Ele afirmou ainda que o Fed pode agir para estimular os bancos a emprestar mais dinheiro, mas disse que para isso é preciso sempre o aval do Legislativo. Sobre a trajetória dos preços, Kashkari afirmou que não se preocupa agora com o risco de inflação, complementando que a deflação é um risco maior, no curto prazo.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Petrobras privatizada vira possibilidade, Itaú revisa projeções para o Brasil e outros destaques

A proximidade do ano eleitoral não aprofunda apenas as discussões sobre o aumento de gastos do governo com medidas assistencialistas, como o Auxílio Brasil e o auxílio aos caminhoneiros, confirmados na semana passada após uma manobra no teto de gastos. Com outubro engatando a reta final, restam poucas folhas no calendário de 2021 e oportunidades […]

privatização no radar

Petrobras (PETR4) pede que governo explique estudo para venda de ações; papéis dispararam mais de 6% com rumores sobre privatização

Mais cedo, Bolsonaro reafirmou que a privatização “entrou no radar” do governo, mas destacou que o processo é uma “complicação enorme” e não deve sair tão cedo

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras na mira da privatização ajuda Ibovespa a recuperar parte das perdas recentes e bolsa sobe 2%; dólar cai a R$ 5,56

Os investidores começam a semana ainda digerindo a confirmação do rompimento do teto de gastos, mas como a situação deixou de ser especulativa, abriu espaço para uma recuperação puxada pela Petrobras

FINANCIAL PAPERS

Polêmica com vazamentos não afeta balanço do Facebook (FBOK34) e ações avançam em NY

Mais cedo, o noticiário sobre a empresa era dominado por notícias menos favoráveis com a divulgação dos “The Facebook Papers”

Vídeo

All time high do Bitcoin: como fica o mercado de criptos com a principal moeda em alta?

Analista de criptomercado comenta sobre a situação atual desse cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies