Menu
2020-08-25T15:01:04-03:00
Estadão Conteúdo
PROJEÇÕES DO MERCADO

Moody’s mantém projeção de queda do PIB do Brasil em 6,2% em 2020

O tombo do PIB brasileiro neste ano só é inferior, entre os emergentes citados pela empresa, ao de Argentina (-12%), México (-10%) e África do Sul (-6,5%).

25 de agosto de 2020
15:01
pib 2020
Imagem: Shutterstock

A Moody's manteve a previsão de queda de 6,2% para o PIB do Brasil em 2020, com crescimento de 3,6% em 2021. O tombo do PIB brasileiro neste ano só é inferior, entre os emergentes citados pela empresa, ao de Argentina (-12%), México (-10%) e África do Sul (-6,5%).

Na média de 10 emergentes que compõem o G-20, o PIB recuará 1,4% em 2020, com crescimento de 5,9% no próximo ano.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

em meio à crise

Em reunião com empresários, Bolsonaro defende vacinação e diz não ter preocupação com CPI da Covid

Presidente e ministros participaram de uma videoconferência com o grupo que reúne os 50 maiores grupos privados do País

seu dinheiro na sua noite

Ação da Moura Dubeux caiu 50% desde o IPO. Ficou barata?

O ano de 2020 começou promissor para a economia brasileira e com boas perspectivas para a chegada de novas empresas à bolsa. A temporada de IPOs se iniciou nos primeiros dias de fevereiro, com a estreia da construtora Mitre, seguida da empresa de tecnologia Locaweb. Mais para meados do mês, vimos a abertura de capital […]

ampliação de sortimentos

Lojas Americanas compra Imaginarium e prevê aumentar marcas próprias

Companhia anunciou aquisição do Grupo Uni.co, mas não revelou valores; com negócio, Americanas avança sobre varejo especializado em franquias

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies