Menu
2020-06-04T17:09:56-03:00
Estadão Conteúdo
Bruno Bianco

Meta é incluir informais no mercado formal no pós-pandemia, diz secretário

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou que o governo federal estuda como incluir no mercado formal a população de trabalhadores informais que precisou recorrer ao governo federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600

4 de junho de 2020
17:09
49771807867_f1308b2685_k
(Brasília - DF, 13/04/2020) Bruno Bianco Leal, Secretário Especial de Previdência e Trabalho. Foto: Anderson Riedel/PR -

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou nesta quinta-feira, 4, que o governo federal estuda como incluir no mercado formal a população de trabalhadores informais que precisou recorrer ao governo federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600, pago também a autônomos, microempreendedores e desempregados que ficaram sem renda durante a pandemia do novo coronavírus. Segundo o secretário, esse é um debate já feito pelos ministérios, considerando o cenário do pós-pandemia.

Bianco, que participou de webinário promovido pelo Tribunal de Contas da União (TCU), se reservou a falar do tema em linhas gerais, sem detalhamentos.

Ele explicou, por sua vez, que o mapeamento feito desse público em razão da concessão do auxílio possibilita ao Executivo estudar políticas para trazer os informais ao mercado formal.

"Nossa meta é incluir essas pessoas no mercado formal, para que eles possam se sustentar prioritariamente por meio de seu trabalho. Com a premissa básica de que, caso eles não consigam, o Estado vai continuar ali para protegê-los", disse Bianco.

Também presente no seminário, o secretário-executivo do Ministério da Cidadania, Antônio Barreto, afirmou que o governo se debruça sobre a questão no momento. "Estamos trabalhando juntos agora, para que a gente consiga ao final da pandemia fazer essa conexão entre rede de proteção e a conexão com o emprego", disse.

Para ele, se essa conexão não for possível, o Brasil será colocado numa "situação de fragilidade econômica de longo prazo".

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Dia de decisão

Fed mantém juros e ritmo de estímulos, mas fala de Powell pesa nos mercados

Presidente do Federal Reserve vê um longo caminho até que a economia americana se recupere dos impactos do coronavírus

desigualdade de gênero

Fundos têm que investir em empresas com mulheres no conselho, diz Luiza Trajano

No Brasil, 8% das posições em conselhos de administração, instância estratégia de uma companhia, são ocupadas por mulheres

Reação

Dias melhores virão para a Cielo? Saiba o que o mercado espera para a empresa depois do lucro acima do esperado

Empresa de maquininhas de cartão registra o primeiro aumento no lucro trimestral em três anos e ações disparam na B3. Mas os analistas ainda não recomendam a compra dos papéis

em meio à pandemia

Financiamento imobiliário cresce 58% em 2020 e bate recorde histórico

Expansão do crédito imobiliário em 2020 foi puxada, principalmente, pela liberação de financiamentos para a pessoa física fazer a compra de moradias

balanço

Contas externas têm saldo negativo de US$ 12,5 bi em 2020, diz BC

Brasil viu as importações de produtos caírem, enquanto as exportações se mantiveram em níveis elevados, puxadas pela venda de alimentos para outros países

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies