Menu
2020-06-04T17:09:56-03:00
Bruno Bianco

Meta é incluir informais no mercado formal no pós-pandemia, diz secretário

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou que o governo federal estuda como incluir no mercado formal a população de trabalhadores informais que precisou recorrer ao governo federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600

4 de junho de 2020
17:09
49771807867_f1308b2685_k
(Brasília - DF, 13/04/2020) Bruno Bianco Leal, Secretário Especial de Previdência e Trabalho. Foto: Anderson Riedel/PR -

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou nesta quinta-feira, 4, que o governo federal estuda como incluir no mercado formal a população de trabalhadores informais que precisou recorrer ao governo federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600, pago também a autônomos, microempreendedores e desempregados que ficaram sem renda durante a pandemia do novo coronavírus. Segundo o secretário, esse é um debate já feito pelos ministérios, considerando o cenário do pós-pandemia.

Bianco, que participou de webinário promovido pelo Tribunal de Contas da União (TCU), se reservou a falar do tema em linhas gerais, sem detalhamentos.

Ele explicou, por sua vez, que o mapeamento feito desse público em razão da concessão do auxílio possibilita ao Executivo estudar políticas para trazer os informais ao mercado formal.

"Nossa meta é incluir essas pessoas no mercado formal, para que eles possam se sustentar prioritariamente por meio de seu trabalho. Com a premissa básica de que, caso eles não consigam, o Estado vai continuar ali para protegê-los", disse Bianco.

Também presente no seminário, o secretário-executivo do Ministério da Cidadania, Antônio Barreto, afirmou que o governo se debruça sobre a questão no momento. "Estamos trabalhando juntos agora, para que a gente consiga ao final da pandemia fazer essa conexão entre rede de proteção e a conexão com o emprego", disse.

Para ele, se essa conexão não for possível, o Brasil será colocado numa "situação de fragilidade econômica de longo prazo".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

40,5% de queda em relação a 2019

Venda de veículos novos cresce 113,6% em junho ante maio, diz Fenabrave

O volume registrado em junho, se comparado a igual mês do ano passado, apresenta queda de 40,5%

para enfrentar a crise

Embraer quer implementar PDV para funcionários em licença remunerada

Desde março, a fabricante de aeronaves já adotou trabalho remoto integral (home office), concessão de férias coletivas, suspensão de contratos de trabalho e redução de jornada, por conta da crise causada pela pandemia

questões do emprego

Governo estuda novo marco do trabalho com menores custos de contratação

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse que o governo está trabalhando em um novo marco do trabalho, com redução de custos para contratação

meta da infraestrutura

Governo quer fazer três concessões e 11 arrendamentos portuários até fim do ano

Entre as concessões planejadas, está a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), cujo edital deve ser publicado até o fim do 3º trimestre, segundo a pasta

contas públicas

Ministério da Economia passa a estimar déficit do setor público de R$ 828,6 bilhões

Em maio, a estimativa era de resultado negativo de R$ 708,7 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements