Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2020-01-25T13:22:27-03:00
MAIS LIDAS DO SEU DINHEIRO

MAIS LIDAS: O sonho da aposentadoria rápida

25 de janeiro de 2020
13:22
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Caro leitor,

O que te assusta mais: o coronavírus ou a fila do INSS? Não tenho dúvidas de que a nova doença foi o assunto da semana no mundo todo, mas o desejo de se aposentar rápido - e sem depender do governo - foi o que bombou aqui no Seu Dinheiro. 

O projeto Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes) foi lançado na segunda-feira (20) para quem deseja acelerar sua independência financeira e viver de renda. É uma parceria do Seu Dinheiro com os colunistas Rodolfo Amstalden e Richard Camargo.

Eles não ganharam um real para fazer esse curso. Aliás, o preço é praticamente simbólico e só cobramos para suprir os custos operacionais do Seu Dinheiro. As inscrições se encerraram ontem, mas ainda temos algumas vagas remanescentes de pessoas que não confirmaram o pagamento.

Diversos leitores me escreveram esta semana para compartilhar suas dúvidas e projetos pessoais.

Vamos lá: eu tenho 34 anos e ainda não conquistei minha independência financeira. Calma, eu pago minhas próprias contas, não sou sustentada pelos meus pais ou marido. Mas hoje eu vivo do meu salário. A verdadeira independência financeira, a meu ver, é ter dinheiro suficiente para viver da renda do capital acumulado e não precisar trabalhar para pagar suas contas. É esse tipo de "aposentadoria" a que me refiro.

Eu estou trabalhando no meu plano há alguns anos. Tenho uma tese que a minha geração está condenada a viver uma velhice de sufoco financeiro e quero ficar de fora dessa tragédia anunciada. Talvez um dia eu escreva sobre isso, mas não quero estragar seu sabadão com prognósticos catastróficos.

Se você quiser iniciar a sua própria corrida pela liberdade financeira, aqui estão todos os detalhes do projeto. Ainda há vagas remanescentes e você ainda pode entrar no grupo. Corre lá!  

Veja as 5 notícias mais lidas da semana:

  1. Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes)
  2. Petrobras fica à beira da privatização com venda de ações do BNDES em oferta
  3. O potencial das ações de Tim, Vivo e Oi, segundo este banco suíço
  4. XP diz que ações de varejistas não estão caras
  5. Tira-dúvidas: Como se aposentar aos 40 anos (ou o mais rápido possível)

Escolha da editora

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Insights Assimétricos

Preparado para a Super Quarta? O que você precisa saber antes das decisões do Fed e do Copom sobre juros

Um ajuste dos juros, mantendo-os ainda abaixo do neutro (entre 5,5% e 6,5%), seria salutar. Uma alta para além disso, contudo, poderá comprometer a retomada brasileira

Caçadores de tendências

Itaú Asset lança mais 3 ETFs com foco em inovação nas áreas de saúde, tecnologia e consumo dos millennials

Gestora do Itaú agora aposta em índices de empresas globais ligadas a tendências de consumo que estão mudando a sociedade

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

As ações das novas petroleiras valem a pena?

Nos recentes movimentos de rotação de carteiras nos mercados, temos nos deparado com a dicotomia Velha Economia (empresas de segmentos tradicionais) e Nova Economia (empresas ligadas à tecnologia e novas formas de consumo). Dentro do que se convencionou chamar de Velha Economia, temos visto o destaque das empresas de commodities, justamente o forte do Brasil. […]

Problemas no paraíso

Cesp, Engie, AES Brasil e mais: seca reduz brilho de ações do setor de geração hídrica

Com menos água, as empresas geram menos em hidrelétricas, mas não ficam livres de cumprir os contratos de fornecimento de energia

Jabuti do bem?

MP da Eletrobras: contratação de térmicas a gás pode diminuir conta de luz, diz estudo da Abegás

A medida vem sendo criticada pela maioria das elétricas, que alegam que ela vai na contramão da modernização e competitividade do setor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies