Menu
2020-03-17T19:19:17-03:00
DE OLHO NO CORONAVÍRUS

Maia defende fechamento de fronteiras e plano de contingenciamento para RJ e SP

Ele disse ainda que já deveriam ter sido pensadas políticas públicas com ampliação do gasto público

17 de março de 2020
19:19
30/11/2018 PPI –  Reunião com Grupo de Integrantes da Juventude
(Brasília - DF, 30/11/2018) Rodrigo Maia. - Imagem: Marcos Corrêa/PR

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu o fechamento de fronteiras do País, com restrição de voos internacionais, para combater o avanço do novo coronavírus.

"Eu acho que o governo já deveria ter fechado as fronteiras, deveria ter restringido voos internacionais, deveria ter restringindo a situação das pessoas, principalmente nos estados onde a projeção é de problemas maiores como estados do Rio de Janeiro e São Paulo, mas estas posições são comandadas pelo poder Executivo, se fosse a minha opinião pessoal, pelos melhores exemplos do resto do mundo, acho que já deveria ter fechado as fronteiras", disse.

"Não podemos, pela questão econômica, correr o risco de ter um problema maior na área de saúde pública. A economia será afetada de qualquer jeito. Achar que manter a circulação vai garantir algum crescimento, do meu ponto de visto isso está errado. Na hora que os problemas começarem a aumentar, as pessoas naturalmente vão começar a ficar em casa", afirmou.

Ele disse ainda que já deveriam ter sido pensadas políticas públicas com ampliação do gasto público. "Como todos os países vem fazendo. É inevitável que a redução do dano na economia seja garantida pelo Estado brasileiro", disse. "Não há outra saída, principalmente porque a arrecadação vai cair".

Para ele, o governo precisa manter sua articulação e comando. "Precisa tomar essas decisões que eu espero que ocorram nos próximos dias que terão total apoio aqui no parlamento".

Remanejo de recursos

Rodrigo Maia também sugeriu que o governo pode remanejar recursos dentro do próprio Orçamento para destinar mais verbas para a área da saúde.

"O governo tem o Orçamento aberto. Quem encaminhou proposta do fundo eleitoral foi o próprio presidente. Se ele quiser utilizar os recursos, ele pode", disse Maia. "Pode utilizar recursos do cartão corporativo, da Secom, aqueles que não estão vinculados à utilidade publica", afirmou Maia.

Para o deputado, o País vai precisar injetar muito mais recurso na área da saúde do que o previsto. "Vai ser tão maior do que vocês estão imaginando, até pelo que estamos vendo em outros países", disse.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Quarentena

Trump estende distanciamento social por coronavírus nos EUA até 30 de abril

Na semana passada, o presidente dos EUA havia sugerido que poderia “reabrir” a economia americana na Páscoa

Situação excepcional

Ministro do STF Alexandre de Moraes atende governo e relaxa exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal

Ao Supremo, a União pedia a relativização das exigências da Lei, devido à situação excepcional do novo coronavírus no País, destacando que o direito à saúde da população deve prevalecer

Balanço

Covid-19: número de mortes por coronavírus no Brasil sobe para 136

Os casos confirmados da doença aumentaram de 3.904 para 4.256. Mantendo o padrão identificado ao longo da semana, 90% tinham mais de 60 anos

Enquanto uns choram, outros vendem lenços

Na contramão do restante da economia, setores essenciais aceleram contratações

Varejistas como supermercados e farmácias, além de hospitais, estão contratando mais diante da pandemia de coronavírus

'rolezinho do presidente'

‘Provocação’ e ‘irresponsabilidade’: parlamentares condenam passeio de Bolsonaro

Saída do presidente aconteceu um dia depois de o ministro da Saúde reforçar medidas de isolamento e pedir que ele não menosprezasse a gravidade da pandemia do novo coronavírus em suas manifestações públicas

Do contra

Bolsonaro cogita decreto que permita volta ao trabalho a todas as profissões

Presidente disse ainda que irá recorrer da decisão judicial que derrubou decreto que permitia funcionamento de lotéricas no Brasil

Mais crédito

BNDES anuncia linha de R$ 2 bi para setor de saúde e prepara medidas para aéreas e setor público

Banco de fomento também fez balanço de medidas anunciadas até agora e reafirmou que será operador de linha de R$ 40 bilhões para pagamento de salários.

Mais paradas

Latam suspende rotas internacionais adicionais até 30 de abril

Em nota, a empresa diz que o valor do bilhete de todos os passageiros com voos cancelados será automaticamente mantido como crédito para futuras viagens

Mais autonomia

Guedes pede estudo para direcionar mais recursos aos municípios que aos Estados para combate ao coronavírus

Em videoconferência promovida pela Confederação Nacional de Municípios, ministro da Economia defendeu maior liberdade para prefeitos disporem de recursos durante combate ao coronavírus

Prioridades

Reabertura do país será decisão de saúde, diz secretário do Tesouro americano

Steven Mnuchin reconhece o aumento do número de desempregados e o declínio do PIB, mas diz que principal objetivo do presidente Donald Trump é a saúde das pessoas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements