Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-02T17:18:45-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
Efeito coronavírus

Itaú Asset espera contração de 3,3% do PIB e vê Selic a 1,5% no fim de 2020

A taxa de câmbio esperada pelo Itaú Asset ao fim de 2020 é de R$ 4,85, mesma estimativa para 2021; inflação terminará ano em 2%, abaixo do centro da meta de 4%

2 de abril de 2020
15:47 - atualizado às 17:18
Lupa mostra logotipo do Itaú em destaque na tela de computador
Imagem: Shutterstock

Em meio à crise disparada pela pandemia do novo coronavírus, o Itaú Asset divulgou relatório em que revisa as suas projeções macroeconômicas para 2020. A estimativa agora é de que o PIB do Brasil deve se contrair em 3,3% neste ano, frente à previsão anterior, que era de queda de 0,3% da atividade econômica.

Para 2021, agora a previsão é de recuperação de 4,6% do PIB, em comparação com a estimativa precedente, de alta de 3,0%.

Pelas previsões, o nível de desemprego deverá encerrar este ano em 13,2% (frente aos 12,4% anteriormente esperados), enquanto, no ano que vem, terminará em 11,8% (frente a 9,5%).

Por sua vez, a taxa básica de juros, Selic, determinada pela Banco Central, deverá terminar o ano em nível ainda menor que os atuais 3,75%, a 1,5%, diz o Itaú Asset. A projeção anterior era de que os juros encerrassem o ano a 3,25%.

Agora, a expectativa para a inflação medida pelo IPCA neste ano é de 2%, bem abaixo do centro da meta de inflação, de 4%, mostra o documento. A projeção anterior era de 2,7%.

Para o ano que vem, a projeção para inflação é de 2,9%, frente aos 3% na estimativa anterior.

As previsões para a taxa de câmbio esperadas pelo Itaú Asset ao fim deste ano se mantiveram em R$ 4,85, mesma estimativa para 2021.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Petrobras privatizada vira possibilidade, Itaú revisa projeções para o Brasil e outros destaques

A proximidade do ano eleitoral não aprofunda apenas as discussões sobre o aumento de gastos do governo com medidas assistencialistas, como o Auxílio Brasil e o auxílio aos caminhoneiros, confirmados na semana passada após uma manobra no teto de gastos. Com outubro engatando a reta final, restam poucas folhas no calendário de 2021 e oportunidades […]

privatização no radar

Petrobras (PETR4) pede que governo explique estudo para venda de ações; papéis dispararam mais de 6% com rumores sobre privatização

Mais cedo, Bolsonaro reafirmou que a privatização “entrou no radar” do governo, mas destacou que o processo é uma “complicação enorme” e não deve sair tão cedo

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras na mira da privatização ajuda Ibovespa a recuperar parte das perdas recentes e bolsa sobe 2%; dólar cai a R$ 5,56

Os investidores começam a semana ainda digerindo a confirmação do rompimento do teto de gastos, mas como a situação deixou de ser especulativa, abriu espaço para uma recuperação puxada pela Petrobras

FINANCIAL PAPERS

Polêmica com vazamentos não afeta balanço do Facebook (FBOK34) e ações avançam em NY

Mais cedo, o noticiário sobre a empresa era dominado por notícias menos favoráveis com a divulgação dos “The Facebook Papers”

Vídeo

All time high do Bitcoin: como fica o mercado de criptos com a principal moeda em alta?

Analista de criptomercado comenta sobre a situação atual desse cenário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies