Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-13T10:28:23-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
dificuldade com as dívidas

Índice de recuperação de crédito cai 3,3% em fevereiro

Conforme a Boa Vista avalia em nota, a queda do indicador de registros de inadimplência em 12 meses sugere que boa parte dos consumidores ainda está conseguindo manter em dia o pagamento de novas dívidas

13 de março de 2020
10:26 - atualizado às 10:28
cartao-de-credito
Cartão de crédito - Imagem: Shutterstock

O índice que mede a recuperação de crédito no País apresentou queda de 3,3% em fevereiro em relação a janeiro, com ajuste sazonal, informa a Boa Vista. Em 12 meses, cedeu 2,2%. No entanto, o indicador subiu 2,2% na comparação com fevereiro de 2019.

Conforme a Boa Vista avalia em nota, a queda do indicador de registros de inadimplência em 12 meses sugere que boa parte dos consumidores ainda está conseguindo manter em dia o pagamento de novas dívidas.

Por outro lado, o texto cita que além da segunda queda mensal consecutiva, o indicador de recuperação também segue negativo nesta base de comparação (-2,2% em fevereiro), mostrando a dificuldade que os consumidores com dívidas em atraso encontraram para reequilibrarem sua situação financeira e saírem do cadastro de inadimplentes nos últimos meses", afirma.

Entre os principais fatores por trás desta dificuldade estão os elevados níveis de desocupação e subutilização da mão de obra e o fraco crescimento da renda, menciona.

Todas as regiões pesquisadas registraram queda no mês passado no confronto com janeiro. No mesmo sentido, na comparação interanual, apenas a região Sul apresentou resultado negativo, com variação de -2,4%.

Em termos regionais, o acumulado em 12 meses apresentou alta apenas na região Norte (1%). Em sentido oposto, na região Sul foi registrada a maior redução (-5,9%), seguida do Centro Oeste (-1,8%), Sudeste (-1,7%) e Nordeste (-1,5%).

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Preocupação

Vidas secas? Bolsonaro admite que Brasil vive “enorme crise hidrológica”

Presidente citou a falta de chuvas como um dos grandes problemas econômicos do país, juntamente com os efeitos causados pela pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies