O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-01-27T13:55:26-03:00
Estadão Conteúdo
CRESCENDO

Financiamento imobiliário bate recorde em 2021 e deve continuar a crescer, segundo Abecip

Rocha Neto disse que o setor continua perseguindo uma diversificação das fontes de recurso. No ano passado, o SBPE respondeu por cerca de 80% do crédito imobiliário concedido no País

27 de janeiro de 2022
13:55
Mini,House,On,Stack,Of,Coins,,Concept,Of,Investment,Property,
A Abecip espera que o financiamento imobiliário tenha crescimento de 2% neste ano

O financiamento imobiliário no Brasil chegou a R$ 255 bilhões em 2021, um recorde na série histórica da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

O Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) respondeu pela maior parte dos financiamentos, ou R$ 205,4 bilhões, também um recorde histórico.

"A gente fecha o ano de 2021 com um volume de R$ 255 bi em financiamento, números nunca antes atingidos na nossa indústria", disse o presidente da Abecip, José Ramos Rocha Neto, eleito em novembro para o posto.

Os números foram divulgados pela entidade em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 27.

Ao todo, os associados da Abecip financiaram 1,233 milhão de unidades imobiliárias no ano passado, outro recorde histórico, superando o pico anterior, registrado em 2013.

"O SBPE é a principal fonte de funding, com carteira de R$ 790,1 bilhões em dezembro. O FGTS é segunda maior fonte, bateu R$ 520,3 bilhões, 29% do total", disse Rocha Neto durante a coletiva.

Dos recursos do SBPE, R$ 164,8 bilhões foram direcionados ao crédito imobiliário para o consumidor, alta de 75% em relação a 2020.

Os outros R$ 40,6 bilhões foram destinados ao financiamento à construção civil, uma elevação de 35% no mesmo período.

Do financiamento para o consumidor, R$ 110,3 bilhões foram para a compra de imóveis usados, alta de 66% em um ano. Os imóveis novos receberam R$ 54,5 bilhões, alta de 98% no mesmo período.

"Aquisição de imóvel usado recebeu dois terços de recursos", disse Rocha Neto.

Mais recordes em 2022

A Abecip espera que o financiamento imobiliário tenha crescimento de 2% neste ano, para R$ 260 bilhões.

Apesar da desaceleração em relação a 2021, ano em que a alta foi de 46%, o número, se confirmado, renovará o recorde histórico do setor.

O resultado deve ser puxado pelo financiamento com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que, segundo a Abecip, devem chegar a R$ 64 bilhões, alta de 30% na comparação com o ano passado.

Os empréstimos com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) devem cair 5%, para R$ 195 bilhões.

De acordo com o presidente da entidade, José Ramos Rocha Neto, o volume de recursos esperado via FGTS toma como base o orçamento para o ano aprovado pelo Conselho do fundo.

"O SBPE deve ter uma ligeira queda, mas entendemos que o número será robusto", afirmou ele durante coletiva da Abecip para apresentar os números do financiamento imobiliário em 2021 e as expectativas para este ano.

O executivo destacou que o crédito via SBPE cresceu fortemente nos últimos anos: em 2016, foi de R$ 47 bilhões. No ano passado, chegou a R$ 205 bilhões.

Rocha Neto disse ainda que o setor continua perseguindo uma diversificação das fontes de recurso. No ano passado, o SBPE respondeu por cerca de 80% do crédito imobiliário concedido no País.

Na carteira acumulada, chegava a 44% do total, seguido pelo FGTS, com 29%.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa surfa no otimismo internacional e abre em alta; dólar é negociado abaixo dos R$ 5

RESUMO DO DIA: Os sinais de alívio da covid-19 na China devolveu o apetite de risco dos investidores nesta terça-feira (17). O tom menos agressivo dos representantes do Federal Reserve na tarde de ontem (16) também incentivam uma busca por barganhas nas bolsas hoje. Por aqui, o Ibovespa acompanha os debates envolvendo a PEC 63, […]

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de swing trade: compra de ações da Positivo (POSI3) e lucro de 2% no bolso com Wiz (WIZS3)

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Positivo Tecnologia (POSI3), com entrada em R$ 7,87; veja a análise das ações

O melhor do Seu Dinheiro

Velozes e autônomos: desafio Imigrantes; veja a história do dia e outras oito notícias que mexem com os seus investimentos

Descubra tudo o que você precisa saber sobre os carros autônomos e o que é preciso para eles ganharem de vez as estradas brasileiras

BARGANHANDO EM PÚBLICO?

Elon Musk acha que o Twitter tentou enganá-lo, suspende negociação e exige clareza sobre número de contas falsas

Twitter e Elon Musk divergem sobre quantidade de usuários falsos e spams; empresa fala em 5%, bilionário acha que é bem mais

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas no exterior reagem ao alívio da covid-19 na China e sobem pela manhã; Ibovespa acompanha PEC que pode gerar até R$ 7,5 bi em novos gastos

A proposta de reajuste para juízes e procuradores acontece em meio à greve dos servidores do Banco Central e Receita Federal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies