Menu
2020-03-17T09:29:07-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
efeitos na economia alemã

Índice alemão de expectativas tem drástica queda em março

ZEW foi de avanço de 8,7 para recuo de 49,5 pontos, em meio aos efeitos do novo coronavírus

17 de março de 2020
9:29
Alemanha
Alemanha - Imagem: shutterstock

O índice de expectativas econômicas da Alemanha sofreu uma drástica queda entre fevereiro e março, de 8,7 para -49,5 pontos, em meio aos efeitos da pandemia de coronavírus, segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira pelo instituto alemão ZEW.

O resultado ficou bem abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam redução do indicador a -30 pontos.

Já o índice das condições atuais medido pelo ZEW diminuiu de -15,7 pontos em fevereiro para -43,1 pontos em março. Neste caso, a projeção era de recuo a -32,7 pontos.

*Com Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Esquenta dos mercados

Ibovespa tem pregão crucial depois de recuperar a marca dos 100 mil pontos

Investidores temem que riscos internos e externos limitem recuperação a um ‘bear market rally’

AINDA EM DIFICULDADES

IRB Brasil fecha agosto com prejuízo de R$ 65,4 milhões

Excluindo os efeitos de negócios descontinuados, a companhia apresentou lucro de R$ 73,8 milhões

EM ALTA

Petrobras: Produção média em 2020 deve superar expectativas

Crescimento da produção de petróleo e gás natural acima do esperado não tem resultado em estoques excessivos, diz companhia

Gestão na crise

Com BR Distribuidora, Via Varejo e Vale nos fundos, Opportunity vê bolsa barata se país superar risco fiscal

Ações têm espaço para subir se o governo encontrar uma solução para encaixar o Renda Cidadã no orçamento sem “chutar o balde”, diz Luiz Felipe Constantino, sócio e gestor do Opportunity

Boletim médico

Covid-19: Brasil tem 154 mil mortes e 5,27 milhões de casos acumulados

Atualmente há 397.524 pacientes em acompanhamento. De acordo com o Ministério da Saúde, 4.721.593 pessoas já se recuperaram da doença.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies