Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-13T15:18:19-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
DEMONSTRANDO RESPONSABILIDADE

Guedes diz que não haverá aumento de impostos e defende teto de gastos

Ministro da Economia busca reforçar compromisso do governo federal com controle das contas públicas e com reformas

13 de novembro de 2020
15:18
Ministro Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: Isac Nóbrega/PR

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira (13), durante o 39º Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex) que o governo atual, por ser uma aliança de centro-direita, não vai aumentar impostos.

Ele criticou quem defende uma mudança no teto de gastos, o que é uma percepção de "fura teto" com apelos políticos. Os defensores da mudança do teto, sugerem como contrapartida um aumento de impostos para fazer frente a novos gastos sociais, com o que o ministro diz não concordar.

"Nós somos uma aliança de centro-direita e não vamos aumentar impostos", reiterou o ministro

De acordo com ele, governos anteriores permitiram a expansão descontrolada de gastos públicos e causaram a disfuncionalidade e mau funcionamento da economia.

Cenário fiscal

O ministro da Economia falou sobre economia, de modo geral, mas foi para o fiscal que ele dedicou mais tempo da sua fala. "Chegamos e falamos que nosso inimigo era o descontrole de gastos públicos", lembrou.

Guedes também aproveitou o espaço para alfinetar economistas "de alto pedigree", nas palavras dele, que têm, também, sugerido mudanças no teto de gastos.

De acordo com ele, são representantes da social democracia que permitiram o excesso de gastos que levou o fiscal do País à atual situação.

"Nós não vamos aumentar impostos. Então vamos precisar do teto de gastos. O teto virou símbolo, a bandeira contra excesso de gastos. Vamos precisar dele", reforçou o ministro.

Gastos sociais e reformas

O ministro voltou a afirmar que o auxílio emergencial vai terminar em 31 de dezembro deste ano e que, a partir desta data, os gastos sociais vão aterrissar no Bolsa Família.

Na quinta-feira (12), ele disse que o auxílio criado para mitigar os efeitos da pandemia poderia ser estendido se uma segunda onda de casos de coronavírus se confirmar no Brasil. A declaração foi mal recebida pelos investidores, uma vez que se trata de um programa muito caro – os gastos acumulado já ultrapassaram a casa dos R$ 200 bilhões.

Sobre a criação de um novo programa de renda, Guedes disse que não haverá populismo e que ele não será criado se não tiver responsabilidade fiscal. “Vamos travar despesas, pagar pela crise. Não vamos deixar dívidas para nossos filhos e netos”, afirmou.

Ele se comprometeu em acelerar o programa de privatizações para derrubar a relação entre a dívida e o PIB e avançar com as reformas. “Esse é o plano A. Tudo o mais são hipóteses”, afirmou.

Recuperação

O ministro da Economia disse ainda que a recuperação da economia neste e no próximo ano está encomendada, mas é preciso tomar medidas para transformar a retomada em um crescimento sustentável para os próximos anos.

Para Guedes, isso passa pela redução do custo Brasil, o que se vier a acontecer recairá na industrialização da economia, como ocorre no setor agropecuário, que não é mais um mero exportador de commodities, como também de produtos processados.

Ele disse ainda que a taxa de juros baixa e o câmbio alto está trazendo de volta dos investimentos, permitindo a saída da recessão. Sobre o patamar do câmbio, Guedes afirmou que ele vai descer quando o Brasil tiver sucesso suficiente para atrair mais investimentos externos.

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Garantindo a oferta

Crescem ofertas de ações com reserva antecipada

As ancoragens normalmente conseguem atrair mais investidores, numa espécie de chancela prévia, com potencial impacto positivo no preço da ação.

alto escalão

Fleury: CFO Fernando Leão renuncia ao cargo e será substituído por José Filippo

O Fleury informou que os dois executivos trabalharão juntos em um processo de transição estruturado que se terminará em dia 31 de agosto.

brumadinho

Sindicato recorre e indenização da Vale pode chegar a R$ 3 mi a cada morto em MG

Em nota, a Vale reiterou que está comprometida em indenizar as famílias das vítimas da tragédia de Brumadinho de “forma rápida e responsável”

A bolsa como ela é

3 pegadinhas em balanços de empresas da bolsa que você deve ficar de olho

Não precisa ser um Sherlock Holmes para avaliar os resultados de empresas listadas – embora o trabalho de analista guarde muitas semelhanças com o de um detetive

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies